Publicado 28 de Novembro de 2012 - 16h46

Por Agência Estado

Aldo Rebelo (centro) e Ronaldo pegam carona no

France Press

Aldo Rebelo (centro) e Ronaldo pegam carona no "Expresso da Copa"

Presente à visita que as delegações da Fifa, do Comitê Organizador Local (COL) e autoridades fizeram nesta quarta-feira (28) pela manhã ao Itaquerão, que receberá o jogo de abertura da Copa do Mundo de 2014, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, exibiu grande satisfação com a evolução das obras no estádio. Empolgado ele ainda destacou o impacto positivo que a construção da arena de São Paulo para o Mundial está tendo para a Zona Leste da cidade.

"Já visitei Itaquera algumas vezes, e é com satisfação que constato uma evolução impressionante rumo à conclusão das obras em dezembro de 2013. E, sobretudo, fico contente de ver a evolução das obras sociais que têm transformado todo o entorno do estádio. Fico orgulhoso de ver que termos um palco à altura para um evento como a abertura da Copa", afirmou Rebelo.

As palavras do ministro, por sinal, foram endossadas pelas de José Maria Marin, presidente da CBF e do COL, na visita ao Itaquerão. "Esse é um dos grandes motivos de orgulho que temos: a diferença que o projeto da Copa do Mundo fará para uma região tão importante e que há tanto tempo tem demanda por mais desenvolvimento", disse.

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, também presente ao evento desta quarta pela manhã, foi outro que exaltou o impacto positivo que a construção do Itaquerão está tendo para a uma das regiões da capital paulista. "Assim como o estádio, as obras de infraestrutura ao redor da região leste estão todas dentro de seu cronograma. Além desse incrível palco para grandes jogos, esse é mais um legado que o evento deixará para a cidade", enfatizou.

A questão da mobilidade para se chegar ao estádio também foi elogiada pelo secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, que gostou do pequeno tempo levado para percorrer o trajeto entre a Estação da Luz, no centro de São Paulo, até o Estação Corinthians/Itaquera, realizado de trem no chamado "Expresso da Copa" nesta manhã de quarta. O veículo de grande porte funcionará durante o Mundial para os torcedores que forem assistir aos jogos pelas linhas da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos).

"É incrível, numa cidade destas, chegarmos do centro até o estádio em apenas 19 minutos (na verdade foram 17), como fizemos. Tudo funcionou à perfeição. É um grande estádio e, como um todo, um projeto impressionante. São Paulo está de parabéns", elogiou o dirigente.

Escrito por:

Agência Estado