Publicado 28 de Novembro de 2012 - 9h26

Por France Press

Zico afirmou que não tem interesse em assumir o comando da seleção caso fosse convidado

Divulgação

Zico afirmou que não tem interesse em assumir o comando da seleção caso fosse convidado

O ex-jogador Zico informou, em comunicado oficial no seu site, que enviou nesta terça-feira à Federação Iraquiana (IFA) o pedido de demissão do cargo de treinador da seleção do país."Venho por meio do meu site informar que, por volta das 12h desta terça-feira, horário de Brasília, enviei comunicação oficial à Fifa, entidade máxima do futebol mundial, e à IFA, que é a associação iraquiana de futebol, declarando que considero meu contrato rescindido por descumprimento da IFA. Em breve prestarei mais esclarecimentos."

 

"Não posso continuar trabalhando estressado, preciso cuidar da saúde", afirmou ao site globoesporte.com.

 

O antigo camisa 10 da seleção brasileira e maior ídolo do Flamengo treinava o Iraque desde 2011. A equipe, terceira colocada no grupo B das eliminatórias asiáticas, continua na briga por uma vaga na Copa do Mundo do Brasil de 2014.

Escrito por:

France Press