Publicado 24 de Novembro de 2012 - 15h24

Lewis Hamilton (McLaren) largará da pole-position no GP do Brasil

FRANCE PRESS

Lewis Hamilton (McLaren) largará da pole-position no GP do Brasil

Os concorrentes ao título, Sebastian Vettel e Fernando Alonso, terminaram o treino de classificação do GP do Brasil, neste sábado (24/11), como coadjuvantes: superados pelos respectivos companheiros, Mark Webber e Felipe Massa e fora das posições às quais estão acostumados. O alemão larga em quarto e o espanhol, apenas em sétimo.

“Sempre no GP do Brasil, eu larguei em quarto lugar. Sebastian vai experimentar o que aconteceu comigo largando de lá”, avisou o pole Lewis Hamilton, referindo-se à dificuldade de lidar com as disputas da largada fora da primeira fila. O inglês alinha ao lado do companheiro Jenson Button. Webber é terceiro e Massa, quinto.

Mesmo assim, Vettel segue em posição tranquila para selar o tricampeonato em Interlagos, pela vantagem de 13 pontos que tem em relação a Alonso, que lhe permite ser campeão com um quarto lugar. “Estamos mais acostumados a largar mais à frente, na primeira fila, mas também não foi nenhum desastre. Não estou largando em 22º. Vamos ver o que domingo (25/11) nos trará. Interlagos é um lugar legal e tudo pode acontecer.”

A Alonso, resta apostar na chuva. “A chuva com certeza será bem-vinda. É um risco, porque com a chuva você pode sair da pista e sua corrida acaba, mas sem esse risco, neste momento, é impossível”, admitiu.

FORA DA PISTA

Mesmo que Felipe Massa tenha se classificado à frente do companheiro Fernando Alonso, a exemplo do que aconteceu na semana passada, nos Estados Unidos, a Ferrari assegura que não provocará uma punição ao brasileiro, como ocorreu em Austin. Na ocasião, a equipe rompeu o lacre do câmbio do carro do piloto para fazer com que Massa perdesse cinco posições e Alonso largasse do lado limpo da pista.

Massa, no entanto, garantiu que vai para cima do rival de Alonso, Sebastian Vettel, que larga logo a sua frente, mas sem passar do limite ético. “Vou tentar atacar, mas até o limite do regulamento. Sempre fui um piloto honesto e continuarei sendo. Mas se eu tiver a oportunidade, tentarei ultrapassá-lo como normalmente faria”, garantiu o piloto da Ferrari.

Sebastian Vettel disse não se preocupar muito com a questão, mas prestará atenção na movimentação do brasileiro. “Não me preocupo muito, até porque eu tenho espelho retrovisor e é para isso que ele serve. Mas espero não precisar usá-los além da conta”.

Já Alonso classificou de ignorante quem sequer considera a possibilidade de Felipe bater propositalmente em Vettel. “Nem falamos nisso. Só me concentro na minha corrida. Não houve uma conversa sequer a respeito disso. Quem coloca o Felipe nessa situação não é gente boa. É ignorante”, afirmou.