Publicado 24 de Novembro de 2012 - 10h25

Por Agência Estado

O Brasil esteve perto do título em duas oportunidades, mas perdeu ambas as finais e terminou o primeiro dia do Grand Prix de judô, neste sábado, em Qingdao, na China, com duas medalhas de prata. Erika Miranda, na categoria até 52 quilos, e Ketleyn Quadros, até 57 quilos, foram as responsáveis pelas segundas colocações. O País ainda garantiu um bronze, novamente entre as mulheres, com Gabriela Chibana, na categoria até 48 quilos.

A primeira prata brasileira ficou por conta de Erika Miranda. Ela começou o dia derrotando a chinesa Chen Chen com um wazari, depois passou nas semifinais com um ippon diante de Urantsetseg Munkhbat, da Mongólia. Mas, na decisão, caiu diante de Yingnam Ma, da China, por decisão dos árbitros, após placar em branco no tempo normal e no Golden Score.

Ketleyn Quadros também iniciou sua caminhada neste sábado diante de uma chinesa, Rong Sun, que derrotou por ippon. Também por ippon, ela passou pela sul-coreana Byeol-Hee Kim, enquanto nas semifinais a adversária batida foi outra chinesa, Yang Liu, com um wazari. Na decisão, no entanto, a brasileira não resistiu a Sumiya Dorjsuren e perdeu com um ippon.

 

Mas a primeira medalha brasileira no dia foi conquistada na categoria até 48 quilos, por Gabriela Chibana. Ela venceu suas duas primeiras lutas, diante de Fengjiao Li, da China, e Tsz Ying To, de Hong Kong, por ippon, mas acabou caindo nas semifinais diante da belga Amelie Rosseneu, também por ippon, e ficou com o bronze.

 

Eleudis Valemtim, na categoria até 52 quilos, e Mariana Barros, até 63 quilos, foram outras judocas que subiram no tatame neste sábado, mas não levaram medalha. No masculino, o Brasil foi representado neste primeiro dia de finais apenas por Luiz Revite que também não conseguiu subir ao pódio.

 

O segundo dia do Grand Prix de Qingdao acontecerá neste domingo, quando outros seis brasileiros lutarão. Nadia Merli e Maria Portela, na categoria até 70 quilos, e Maria Suelen Altheman, até 78 quilos, disputarão na chave feminina, enquanto os homens serão representados por Luciano Corrêa e Renan Nunes, na categoria até 100 quilos, e Victor Penalber, até 81.

Escrito por:

Agência Estado