Publicado 08 de Novembro de 2012 - 17h24

A ex-paciente Elizabete Duarte é a palestrante

Divulgação

A ex-paciente Elizabete Duarte é a palestrante

Com o objetivo de levar informações sobre o câncer de mama, na próxima segunda-feira (12) ocorre uma palestra gratuita sobre a doença para mulheres que enfrentam o problema. A ação, promovida por uma indústria farmacêutica, ocorre desde 2009 rodando por cidades brasileiras.

O evento é gratuito e não é necessário fazer inscrição antecipada. Até o momento 68 instituições já receberam o projeto, com a participação de aproximadamente 2,4 mil pacientes e cuidadores. Somente no ano passado foram realizadas 20 ações, com a participação de 854 pacientes.

Durante o encontro, as pessoas assistem à palestra da ex-paciente Elizabete Duarte, momento em que tem a oportunidade de trocar experiências e tirar dúvidas.

A programação conta ainda com um desfile de moda, em que as mulheres são incentivadas a usar acessórios e posar para um fotógrafo profissional.

“O tratamento do câncer mexe com a autoestima das mulheres. Algumas precisam passar por cirurgia ou perdem os cabelos. Quando se olham no espelho, muitas vezes essas pacientes se sentem abaladas emocionalmente e precisam reaprender a gostar de si mesmas. A produção fotográfica, os acessórios, aprender a usar os lenços e a troca de experiências ajudam a mudar esse olhar e mostram para as mulheres que elas continuam bonitas e, sobretudo, fortes”, afirma Elizabete Duarte, responsável pela palestra.

Durante o encontro, as participantes recebem informações em um material exclusivo, voltado para as próprias pacientes, que aborda informações sobre a doença, tratamentos disponíveis, dicas para uma melhor qualidade de vida, autoestima e sexualidade, além de conselhos sobre como lidar com a doença.

O projeto conta ainda com uma novidade: um lenço de seda acompanhado de um guia de estilos, onde as pacientes podem aprender diferentes maneiras de amarrações.

“Nosso foco é trabalhar a humanização, o resgate e manutenção da autoestima, que muitas vezes é difícil de ser reestabelecido. Acreditamos que com isso, as mulheres ganham mais confiança para superar as dificuldades. E a melhor maneira que vimos para conseguir isso foi propiciar às pacientes um espaço confortável para compartilhar seus sentimentos e transformar a situação em que vivem, a fim de realmente fazer a diferença na vida dessas pessoas,” diz Simone Rocha, Gerente de Grupo Oncologia da AstraZeneca.

Serviço

Quando: Segunda-feira (12/11), das 14h as 17h

Onde: Centro de Quimioterapia da Unimed Campinas (CQA), na Avenida Barão de Itapura, 1123 - Guanabara – Campinas/SP – Auditório Jeber Juabre