Publicado 08 de Novembro de 2012 - 10h33

Um adolescente de 16 anos matou o irmão, de 14 anos, com um tiro na cabeça, quando mexia em um revólver, dentro de casa do Projeto Uruguai, região Oeste de Campinas, na quarta-feira (7). O estudante ferido ainda foi levado para o Hospital Ouro Verde, porém não resistiu ao ferimento, que o fez perder massa encefálica. O garoto de 16 anos sumiu do local. A arma que ele portava pertence a um policial civil.

 

Conforme informes recebidos pela Polícia Civil, um terceiro garoto, de 12 anos, filho de um carcereiro, foi quem pegou dois revólveres do pai e os entregou para o adolescente que estava com a arma no momento do disparo. O garoto disse em depoimento que  deu os revólveres porque havia sido ameaçado. As armas não foram encontradas. Policiais buscam informações sobre em que circunstância ocorreu o disparo.