Publicado 08 de Novembro de 2012 - 8h24

Por Milene Moreto

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, cumprimenta Jonas Donizette (PSB)

Andre Luis Abrahão/Divulgação

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, cumprimenta Jonas Donizette (PSB)

O prefeito eleito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), se encontrou ontem com o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho. A visita serviu para afinar o discurso de aliança entre o governo federal e a futura administração pessebista. A relação entre Jonas e a alta cúpula petista havia sido desgastada durante a campanha em razão do uso da imagem da presidente Dilma Rousseff na propaganda gratuita de Jonas na televisão e de críticas do PT à campanha do pessebista, o que motivou contra-ataques e ações judiciais.

Dilma e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vieram a Campinas declarar apoio a Marcio Pochmann (PT), rival de Jonas nas eleições. Desde então, havia rumores de que o pessebista não teria portas abertas em Brasília, ao contrário do que fez questão de afirmar durante o processo eleitoral.

A assessoria do ministro informou que o encontro durou cerca de uma hora. Carvalho se colocou à disposição de Campinas no que diz respeito a projetos para a cidade e que o governo federal está aberto ao prefeito e aos pleitos que forem feitos por Jonas. O ministro disse também que recebeu o futuro chefe do Executivo como um aliado.

O PSB de Jonas faz parte da base governista de Dilma na Câmara dos Deputados. Ao longo de toda a campanha, o então candidato — que também é deputado federal — fez questão de dizer que teria o apoio da presidente em suas ações. “Nós conversamos sobre o que ocorreu na campanha e que tudo isso ficou para trás. Eu disse ao ministro que o PSB é um aliado da presidente Dilma. Recebi ataques durante a minha campanha por ter sido leal a presidente”, disse.

Jonas aproveitou a reunião política para falar sobre projetos nas áreas de Transporte, Saúde, Educação e Segurança. Para o prefeito eleito, não haverá dificuldades daqui em diante para inserir Campinas nos programas federais.

Reunião

Jonas voltará de Brasília hoje para uma reunião na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e para um encontro com os vereadores eleitos. Na pauta, deve ser discutida a consolidação da base governista, eleição da Mesa da Câmara e a oposição do PT.

Escrito por:

Milene Moreto