Publicado 05 de Novembro de 2012 - 10h51

Ladrões explodiram equipamento do Banco Santander

Dorinaldo Oliveira/ Correio

Ladrões explodiram equipamento do Banco Santander

Quadrilhas estouraram caixas eletrônicos em dois pontos de Campinas em espaço de apenas 1h30 na madrugada desta segunda-feira (5). Os ladrões renderam vigilantes e abriram equipamento do Banco do Brasil instalado no Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital), na Vila Nova, região Noroeste da cidade, e agiram sem reféns no banco Santander da Rua Batista Raffi, Vila Padre Anchieta, no distrito de Nova Aparecida, área Norte.

 

Segundo verificação da Polícia Militar (PM), no Ital, localizado na Avenida Brasil, foram cinco bandidos que efetuaram o ataque. O bando invadiu o local pelos fundos, ao se valer de mata e alambrado. Os assaltantes, encapuzados, renderam três vigilantes, que tiveram seus revólveres e coletes balísticos tomados. Em seguida, foram amarrados.

 

A partir daí, os ladrões abriram o portão e colocaram para dentro um carro preto, com o maçarico e ferramentas usadas para o arrombamento do equipamento do Banco do Brasil (BB). Para a fuga, os bandidos usaram além do veículo preto, um Corsa Wind branco, ano 2000, de placas DDJ-1563-Sumaré. O carro é de um dos vigilantes. A quantia roubada não tinha sido informada para a Polícia Civil na manhã desta segunda-feira.

 

Explosão

Os ladrões que agiram no distrito de Nova Aparecida usaram explosivos para abrir caixa eletrônico do Santander. Os bandidos ainda devem ter utilizado pé-de-cabra para finalizar a abertura do cofre do equipamento. A proximidade da agência em relação à Rodovia Anhanguera facilitou a fuga dos assaltantes. A Rua Batista Raffi é marginal da estrada entre os kms 106 e 103. A quantia furtada não foi informada para a Polícia Civil.

 

Foi a terceira ação perto da Rodovia Anhanguera em oito dias. Em 29 de outubro, bandidos tentaram furto em caixa eletrônico no km 110 da estrada, em Sumaré. O plano não teve êxito por causa da chegada da PM, mesmo fato ocorrido em 30 de outubro, em caixa do Itaú em rua do Jardim Bom Retiro, também Sumaré, a 400 metros da Anhanguera.