Publicado 27 de Novembro de 2012 - 17h39

A ação de papeiros (pessoas que fazem jogo da bolinha escondida por forminhas), tumultuou a esquina da Avenida Senador Saraiva e Rua Ferreira Penteado, no Centro de Campinas, no final da manhã desta terça-feira (27). Policiais militares, que faziam o patrulhamento a pé, aproximaram-se, parte do grupo correu e dois homens foram flagrados e detidos. Eram os protagonistas de um caso de múltiplas acusações, que apenas acabou na Delegacia do 1º Distrito Policial (bBotafogo).

 

Um dos homens afirmou aos PMs que tinham furtado R$ 800 dele e o outro envolvido disse que o dinheiro foi usado em aposta no famoso jogo das tampinhas. A confusão aumentou quando J., que dizia ter sido furtado, recuperou o dinheiro e, para isto, agarrou o homem apontado como idealizador do jogo. Diante das versões diferentes, todos foram levados para a delegacia.

 

Duas forminhas de empadinha usadas para esconder a bolinha, além de duas formas retangulares grandes utilizadas como mesa para a prática o jogo, ficaram apreendidas. Os caixotes que eram usados como pés para as formas ficaram na rua. O dinheiro que gerou toda a briga – R$ 800 de J. e R$ 258 de I. também foi apreendido. Um Boletim de Ocorrência (BO) caracterizado como averiguação de furto e jogo de azar foi registrado no 1º DP.

 

Os papeiros eram muito comuns nas décadas de 1970 a 1990 em Campinas. O jogo consiste em uma bolinha e três tampinhas. O apostador aponta em qual tampinha estaria a bolinha. Se acertar, leva o prêmio. Conforme policiais militares e civis ouvidos pela reportagem, o jogo dos papeiros conta também com uma pessoa, amiga de quem patrocina o jogo, e que é usada como “isca”, a fim de convencer quem passa pelo local a apostar.

 

Outra tática usada é a de uma pessoa durante a partida se aproveitar do jogo para “bater a carteira” do apostador. Como forma de conseguirem escapar dos policiais, os papeiros ainda colocam “olheiros” próximos, que alertam sobre a chegada de agentes de segurança. Alguns até simulam que estão vendendo algum produto.