Publicado 26 de Novembro de 2012 - 11h06

Homem acusado de tentar roubar um Palio morreu ao trocar tiros como o dono do veículo, um policial militar, na noite de domingo (25), em Campinas. O confronto ocorreu no cruzamento da Rua João Carlos Nougues e Avenida Ana Beatriz Bierrenbach, na Vila Mimosa, área Sudoeste da cidade. Um segundo suspeito de participar do crime fugiu.

 

O suspeito baleado ainda foi levado para o Pronto-Socorro São José, mas não resistiu aos ferimentos e morreu ainda na noite. Um revólver calibre 38 com duas munições deflagradas e duas que falharam foi apreendido. Esta arma era usada pelo suspeito morto, identificado na Polícia Civil como Róbson Barreto dos Santos, de 29 anos. Um revólver de brinquedo foi achado ao lado do Palio.

 

A tentativa de roubo ocorreu quando o soldado E.M., de 28 anos, deixou o trabalho e voltava para casa. Ele parou em semáforo no cruzamento das vias quando surgiu a dupla armada. Conforme a versão do policial, cada suspeito foi para uma porta do carro e apontaram os revólveres. E. foi destravar o cinto de segurança e conseguiu apanhar sua pistola semiautomática calibre Ponto 40. Ele disse ser policial, mas os suspeitos continuaram com os revólveres apontados e iniciou-se o tiroteio. O acusado baleado caiu perto do Palio e o outro sumiu.