Publicado 25 de Novembro de 2012 - 5h00

Por Adriana Giachini

Livro de Gloria Kalil dá dicas para se viajar com charme e tranquilidade

Divulgação

Livro de Gloria Kalil dá dicas para se viajar com charme e tranquilidade

Viajar é um verbo cujo significado pode variar de viajante para viajante. Para uns, é diversão. Para outros, descanso. Pode ser sinônimo de pegação, romance, horas à toa com a família, compras, vocação, trabalho até. Porém, independentemente da intenção de quem coloca o pé na estrada, é preciso cumprir etapas em comum, como escolher o destino, o tipo de transporte, a duração da viagem e, não menos importante, lembrar-se dos itens que serão levados na bagagem. Fácil? Não muito.

 

Percebendo as apreensões dos turistas brasileiros – dos marinheiros de primeira viagem aos mais experientes –, a jornalista, empresária e consultora de moda Gloria Kalil escreveu o guia 'Viajante Chic'. Dúvidas sobre o que vestir, o que levar na mala e como se comportar em determinada ocasião levaram à criação do livro de dicas de viagem, que chega ao mercado no momento em que os brasileiros mais aproveitam para viajar: o final do ano e as férias de janeiro.

'Viajante Chic' está mais para um manual do tipo “passo a passo”. A receita, garante a autora, é para quem, além de ser chique, sonha com uma viagem tranquila e feliz. Na obra, orientações para todo tipo de público. Solteiros, gestantes, pais com bebês de colo, famílias com crianças, casais em lua de mel e executivos viajando a trabalho, além de quem precisa de informações sobre roteiros com passagens aéreas e todo o protocolo dos aeroportos, trens ou cruzeiros, são contemplados. Ninguém ficou desamparado.

“Comecei a receber no meu site (www.chic.ig.com.br) muitas perguntas sobre viagem. Acredito que as apreensões são as mesmas para todos, mesmo os que viajam muito. Eu costumo dizer que viajar é sempre uma aventura, porém, alguns micos são evitáveis. Esquecer um documento importante, um remédio ou um acessório não é legal. Pelo contrário, só traz lembranças ruins”, comenta a autora.

Basta folhear a obra para perceber que, na avaliação de Gloria, ser chique é ser organizado e bem informado. Dicas como conhecer o programa do passeio (e os eventos inclusos) e a cultura local, especialmente quando se vai para o Exterior, valem para qualquer um. “A pessoa pode ser chique estando em um albergue ou um cafajeste em hotel de luxo. O conceito de chique, na verdade, não tem muito a ver com dinheiro, mas com a maneira de se portar. E, neste sentido, ser chique é aproveitar a viagem da melhor maneira possível.”

 Informação que garante diversão

Livro de Gloria Kalil dá dicas para se viajar com charme e tranquilidadeA autora de Viajante Chic é enfática quando fala de informação. Para ela, só se diverte, de fato, quem tem conhecimento. O episódio que ilustra a afirmação aconteceu dentro de sua casa, há alguns anos. Certo dia, conta, uma empregada mostrava-se indignada com a notícia de que o quadro Abaporu, de Tarsila Amaral, havia sido vendido para um colecionador argentino por US$ 1,5 milhão. “Ela repetia: 'o que é isso, dona Gloria?'.”

Quanto a consultora explicou a ela sobre o movimento modernista, a ruptura que ele trouxe para a arte brasileira e a história da pintura, ficou fácil entender a importância da obra. “O mesmo ocorre quando estamos viajando. Se você não sabe, pode ignorar algo valioso. Imagine estar na Turquia e ver um dervixe, um homem vestindo saia e girando sem parar. Se não sabe o que é, pode pensar que é um louco. Por isso, repito: chique é quem aproveita ao máximo sua viagem.”

Outra dica é organizar-se com antecedência. E melhor ainda se fizer isso apostando na parceria do bloco de papel com a caneta. “Anote tudo o que é preciso levar e confira para não esquecer nada importante nem levar itens em excesso. Eu costumo ter listas impressas e plastificadas e recorro a elas sempre”, comenta Glória, que viaja bastante a lazer e a trabalho, dando palestras sobre moda.

Quem aprovou a ideia das listas vai gostar também de saber que o livro está repleto de exemplos delas, prontas para ser copiadas. “Em situações com as quais eu não tinha familiaridade, recorri à ajuda dos amigos, como nas sugestões para quem viaja com bebê. Pedi a um amigo que tem filha pequena e que é um superpai que fizesse essa relação e fiquei horrorizada com a quantidade de coisas necessárias”, revela.

EXPRESSÕES VÁLIDAS EM QUALQUER LUGAR DO MUNDO

 

PORTUGUÊS            INGLÊS             ESPANHOL         FRANCÊS

Desculpe                Sorry                 Perdón                Pardon

Por favor                 Please               Por favor             S'il vous plait

Obrigado                Thank you         Gracias                Merci

Senhor                   Sir/mister/         Señor                 Monsieur

                              gentleman

Senhora                 Ma'am                Señora                Madame

Bom dia                 Good morning    Buenos días        Bonjour

Até logo                Goodbye            Hasta luego        Au revoir

Boa noite              Good evening     Buenas noches   Bonsoir

Fonte: Viajante Chic

SERVIÇO

Viajante Chic, de Gloria Kalil (Selo Agir/ Ediouro), está disponível em duas versões. A tipo moleskine tem capa dura, elástico, fitilho para marcar página e envelope para guardar cartões e endereços colhidos durante as andanças (R$ 49,90); a tradicional, mais simples, custa R$ 29,90.

Escrito por:

Adriana Giachini