Publicado 10/07/2019 - 16h30 - Atualizado 10/07/2019 - 16h30

Por AFP


Nova Orleans e o restante da costa de Louisiana se preparam, nesta quarta-feira (10), para enfrentar a chegada de uma tempestade tropical que pode se transformar em um furacão - informa o Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês).

"As condições parecem propícias para que esse sistema se transforme em furacão à medida que se aproxima da costa [americana] no centro do golfo" do México, segundo o NHC.

Construída em parte abaixo do nível do mar, a cidade mais conhecida de Louisiana já está em situação de alerta por inundações e tornados, devido a fortes tormentas.

Em alguns bairros da área metropolitana de Nova Orleans, como Jefferson, caíram entre 100 e 150 milímetros de chuva.

A perspectiva de um furacão antes do fim de semana, que seria o primeiro da temporada no Atlântico e se chamaria Barry, levou os serviços meteorológicos a emitirem várias pré-alertas.

Um furacão pode provocar uma perigosa elevação do nível de água e inundações nas próximas 48 horas.

Às 15h GMT (12h em Brasília), a tempestade se encontrava 270 quilômetros ao sudeste da foz do Mississippi.

Seus ventos sopravam a 45 km/h, muito abaixo do limite necessário para se transformar em um furacão: 119 km/h. Espera-se que a tempestade produza o acúmulo de chuva entre 150 e 300 milímetros até o início da próxima semana.

As autoridades locais multiplicaram as advertências, sobretudo, porque o rio Mississippi já alcançou 4,9 metros de altura em Nova Orleans.

O dique que protege a cidade pode drenar uma elevação de até 6,10 metros, um nível que pode ser atingido no sábado pela manhã, segundo os meteorologistas.

A prefeita de Nova Orleans, LaToya Cantrell, fechou a prefeitura e pediu aos funcionários não essenciais que permaneçam em casa. O aeroporto da cidade registrou vários atrasos nos voos.

elm/iba/gma/dg/tt

Escrito por:

AFP