Publicado 10/07/2019 - 14h00 - Atualizado 10/07/2019 - 14h00

Por Estadão Conteúdo


A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quarta-feira, dia 10, em Macapá, a Operação Serviço Sério, com o objetivo de obter provas, aprender bens e realizar oitivas sobre supostos crimes cometidos por agentes públicos e privados junto ao Tribunal de Justiça do Amapá. Intermediários de um desembargador estariam exigindo valores de pessoas interessadas por decisões judiciais.

Mandados de busca e apreensão foram expedidos pela ministra Nancy Andrighi, do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Um dos investigados na operação tem prerrogativa de foro junto à Corte Superior.

A ministra relatora intimou os envolvidos e proibiu que os mesmos mantenham contato entre si. Em caso de descumprimento, a prisão preventiva dos investigados pode ser decretada. A investigação corre sob segredo de justiça.

Defesa

A reportagem entrou em contato com o Tribunal de Justiça do Amapá, mas não havia recebido resposta até a publicação desta matéria. O espaço está aberto para manifestações.

Escrito por:

Estadão Conteúdo