Publicado 10/07/2019 - 09h30 - Atualizado 10/07/2019 - 09h30

Por AFP


A chanceler alemã Angela Merkel assegurou nesta quarta-feira que se encontra muito bem, pouco depois de sofrer novos tremores durante um ato oficial, a terceira ocorrência desse tipo em menos de um mês.

"Estou muito bem, não é preciso se preocupar", assegurou a dirigente, que fará 65 anos em uma semana.

Ela sofreu um novo episódio de tremores durante uma cerimônia na chancelaria na presença do primeiro-ministro finlandês Antti Rinne.

No dia 27 de junho, Merkel sofreu tremores durante o ato oficial de posse da nova ministra da Justiça, Christine Lambrecht, no palácio Bellevue, em Berlim.

A chanceler tentou controlar esses espasmos cruzando os braços durante o discurso do presidente federal Frank-Walter Steinmeier, segundo imagens da televisão alemã.

Os tremores pararam quando ela conseguiu dar alguns passos.

Merkel já havia sofrido uma crise de tremores em 18 de junho com o novo presidente ucraniano, Volodimir Zelenski.

As crises foram atribuídas à desidratação.

A chanceler também já se sentiu mal em dezembro de 2014 durante uma entrevista.

Naquela época sofreu uma queda de pressão. Sua assessoria também explicou que era devido à desidratação.

No poder desde 2005, Merkel, à frente de uma coalizão instável, planeja se retirar da política no final de seu mandato em 2021.

yap/cfe/sg/bc/pc/cn

Escrito por:

AFP