Publicado 09/07/2019 - 13h46 - Atualizado 09/07/2019 - 13h46

Por AFP


O secretário da Fazenda do México, Carlos Urzúa, apresentou nesta terça-feira sua renúncia alegando discrepâncias em matéria econômica com o governo de esquerda de Andrés Manuel López Obrador, bem como a "inaceitável" imposição de funcionários sem conhecimento da administração pública.

"Houve muitas discrepâncias em matéria econômica. Algumas delas porque, neste governo, foram tomadas decisões de política pública sem sustentação suficiente", disse o funcionário em uma carta publicada no Twitter.

yug-jla/lda/ll

Escrito por:

AFP