Publicado 08/07/2019 - 18h30 - Atualizado 08/07/2019 - 18h30

Por Estadão Conteúdo


A Polícia Civil apreendeu, no último sábado, 6, um total de 470 pedras de diamantes que estavam com um homem de 48 anos, em Comodoro, a 644 km de Cuiabá (MT). A apreensão ocorreu durante abordagem a um veículo que o homem dirigia, após denúncia que chegou à Delegacia de Polícia sobre o transporte pedras preciosa.

No carro, foram encontradas duas joias, um par de brincos e um pingente com pedrinhas de diamante e R$ 2,4 mil. O passageiro, de 48 anos, levava um pacote com dois montantes de diamante, um com 290 e outro com 180 pedras.

O carro vinha da cidade de Vilhena (RO), em direção Comodoro, e foi abordado na BR- 174, por volta das 12 horas, informou a Polícia Civil.

Os dois suspeitos foram levados para a Delegacia de Polícia e autuados em flagrante por receptação. Eles informaram que as pedras são de exploração em um garimpo na Reserva Roosevelt, em Espigão do Oeste (RO), terra dos índios cinta-larga. As pedras seriam comercializadas em Diamantino (MT), segundo eles.

Há décadas, a região é marcada por conflitos e mortes envolvendo garimpeiros e indígenas. Em abril de 2004, na Reserva Roosevelt, 29 garimpeiros foram assassinados pelos índios cinta-largas num garimpo de diamante, às margens do rio. Eles haviam invadido a terra indígena.

Escrito por:

Estadão Conteúdo