Publicado 07/07/2019 - 21h15 - Atualizado 07/07/2019 - 21h15

Por AFP


O veterano capitão da seleção brasileira Daniel Alves se emocionou ao comemorar o título da Copa América (o 40º de sua carreira) após a vitória de 3 a 1 sobre o Peru neste domingo na final e destacou o trabalho em grupo.Dani Alves admitiu que conquistar o torneio não foi fácil principalmente após um início de campeonato no qual a equipe foi alvo de críticas e chegou a ser vaiada."Tínhamos que ir passo a passo, muito conscientes e determinados e acreditando no nosso trabalho", declarou Dani Alves ao canal Sport TV.Alves, que depois de se despedir do PSG está sem clube aos 36 anos, parabenizou a comissão técnica "por seu grande trabalho" e os jogadores."Sabíamos que tínhamos que estar preparados para a final, para esta partida no Maracanã", acrescentou o lateral, que foi eleito o melhor jogador da Copa América-2019.Sobre o título, Dani Alves destacou que "é muito especial quando construímos algo juntos".O jogador também falou da conquista da Copa América no Maracanã, estádio onde o Brasil só perdeu uma partida oficial em sua história (contra o Uruguai em 1950 no famoso 'Maracanazo'), Alves destacou: "Jogar aqui é sempre muito especial. Esta é nossa casa".- Gabriel Jesus se desculpa e diz que amadureceu -Já com a cabeça fria e feliz com o título, Gabriel Jesus comentou o cartão vermelho que recebeu no segundo tempo que o fez deixar o campo revoltado, fazendo gestos e socando a cabine do VAR. "Acho que ele não deveria ter me expulsado. Foi um encontro normal de bola onde um jogador cai. Teve outros encontros assim onde ele não marcou nem falta. Então saí meio nervoso, um sentimento que eu poderia ter evitado".O atacante garantiu que hoje é um jogador diferente daquele que passou a Copa do Mundo de 2018 em branco. "Eu não trato este título da Copa América como uma volta por cima. Depois da Copa do Mundo, eu aprendi. Vim melhor, mentalmente e profissionalmente. Trabalhei bastante no Manchester City. Meus companheiros me ajudaram, consegui focar novamente no meu futebol. Estou muito feliz por fazer parte desse grupo que merece esse campeonato. E agora é curtir bastante porque a gente merece". - Casemiro: "É mérito de todos"O meia Casemiro, do Real Madrid, também elogiou a seleção. "Fomos uma equipe sólida e fizemos uma grande Copa América", afirmou."E quando falo sólido não me refiro só ao goleiro e aos zagueiros mas à equipe que começa lá com o Firmino na frente. Sabíamos que poderíamos fazer gols. É mérito de todos", afirmou o volante defensivo, admitindo que "foi um torneio difícil"."Empatamos com a Venezuela (0-0), com o Paraguai (nas quartas) e teve a Argentina (nas semifinais). Foram adversários difíceis, o campo não ajudou... É preciso valorizar a conquista desta Copa América".Sobre as duras declarações feitas no sábado por Lionel Messi, que acusou a Conmebol de corrupção e disse que "a Copa América está armada para que o Brasil ganhe", Casemiro não quis comentar: "Podem dizer o que quiserem, nós só falamos do Brasil".Arthur, companheiro de Messi no Barcelona, garantiu que tem "muito respeito" pelo capitão argentino, mas defendeu que "o VAR é a evolução do futebol e sou totalmente a favor, apesar de que é preciso ajustar algumas coisas".Sobre o torneio continental, o volante destacou que a seleção lutou muito e fora partidas muito duras. O jogador lembrou que a defesa só sofreu um gol e o ataque fez coisas incríveis.bur-mcd/ma/aam

Escrito por:

AFP