Publicado 07/07/2019 - 20h15 - Atualizado 07/07/2019 - 20h15

Por AFP


O Brasil conquistou a Copa América pela nona vez em sua história ao vencer o Peru neste domingo no Maracanã, no Rio de Janeiro, por 3 a 1 diante de 69.906 espectadores, com grande presença de peruanosEverton, aos 15 minutos, Gabriel Jesus (45+3) e Richarlison (90 de pênalti) marcaram os gols da seleção. O atacante Paolo Guerrero havia empatado de pênalti aos 43 minutos do primeiro tempo. A expulsão de Gabriel Jesus, que recebeu dois cartões vermelhos, deu contornos mais dramáticos quando a partida ainda estava 2 a 1.Brasil e Peru entraram em campo com os mesmos times que venceram nas semifinais Argentina e Chile, respectivamente.Gabriel Jesus, Roberto Firmino e Everton formaram o ataque da seleção, enquanto que o 'Depredador' Paolo Guerrero comandou sozinho o mesmo setor da equipe peruana.Philippe Coutinho, Arthur e Casemiro dividiram forças no meio-campo brasileiro e André Carrillo, Christian Cueva e Édison Flores ocuparam o mesmo setor da equipe adversária.A final começou com um minuto de silêncio em homenagem a João Gilberto, um dos pais da bossa nova, que morreu no sábado aos 88 anos, no Rio de Janeiro e teve sua imagem projetada nos telões do Maracanã.Antes houve uma discreta cerimônia de encerramento com crianças representando todos os países da Conmebol. Em meio a bandeiras sul-americanas surgiram os cantores Anitta e o portorriquenho Pedro Capó.O presidente Jair Bolsonaro acompanhou o jogo das tribunas, junto com alguns ministros, entre eles o da Justiça, Sergio Moro. Neymar também assistiu a partida no mesmo local.- Equilíbrio no primeiro tempo -O Peru começou a partida mostrando que seria uma equipe bem diferente daquela que sofreu a goleada de 5 a 0 na fase de grupos, na Arena Corinthians em São Paulo. Já no primeiro minuto Cueva cobrou uma falta e mandou a bola pela linha de fundo. Quatro minutos depois, Tapia dominou no meio de campo e arriscou de longe. Mas a bola também foi para fora do gol de Alisson. O Brasil tinha dificuldades para sair e achar espaços mas aos 11 minutos, saiu o primeiro gol. Daniel Alves lançou para Gabriel Jesus na ponta direita, que ficou no mano a mano com Trauco e cruzou para Everton que estava livre. O atacante do Grêmio mandou de primeira para o fundo das redes levando a torcida ao delírio. Com o gol, a pressão sobre a seleção brasileira diminuiu e o time, mais solto, continuou criando chances. Aos 23, Firmino recebeu na ponta esquerda um passe de Alex Sandro, e tocou para Coutinho que com um toque mandou a bola rente à trave do goleiro Gallese.Doze minutos depois, Casemiro tocou para Alex Sandro, que cruzou para Firmino cabecear por cima do gol.Quando parecia que tudo estava sob controle, Cueva fez uma triangulação com Flores pela esquerda e a bola bateu no braço de Thiago Silva quando o zagueiro tentava afastar com um carrinho. O árbitro Roberto Tovar confirmou a penalidade com o auxílio do VAR. Guerrero chutou bem e empatou.Mas, o Brasil reagiu na hora certa e conseguiu ir para o intervalo com a vantagem. Firmino interceptou uma bola na direita e Arthur dominou, tocando para Gabriel Jesus na entrada da área. O atacante aproveitou o escorregão de um defensor peruano e chutou no canto direito de Gallese.- Brasil resiste com um a menos -Com a vantagem no placar, o Peru partiu para cima e mais uma vez criou espaços que a seleção brasileira tentou explorar.Aos 5 minutos, Gabriel Jesus recebeu na direita, tocou para Coutinho que penetrou na área e chutou. Mas a bola subiu e passou perto do ângulo direito de Gallese.Seis minutos depois, Everton passou por Advíncula e passou para Alex Sandro, que cruzou para Firmino cabecear para fora.Aos 24 minutos, a tensão tomou conta do time brasileiro e da torcida. Gabriel Jesus entrou duro em uma disputa de bola com Zambrano na ponta esquerda e acabou recebendo o segundo cartão amarelo. O atacante do Manchester City saiu revoltado de campo e caiu em prantos no acesso aos vestiários. Com um jogador a mais, o Peru ganhou confiança e partiu para cima. Aos 26 minutos Trauco recebeu na área e soltou a bomba, mas Alisson defendeu.Um minuto depois, Yotún bateu escanteio e a zaga brasileira afastou. Flores pegou a sobra e chutou forte mas a bola foi pela linha de fundo.A pressão peruana continuou até os 41 minutos, quando Everton Cebolinha recuperou a bola pela esquerda e penetrou na área, onde foi derrubado por Zambrano. O juiz confirmou o pênalti, mais uma vez com a ajuda do VAR. Coube a Richarlison, que se recuperou de uma caxumba, cobrar bem no canto direito de Gallese e garantir a vitória e o nono título da Copa América para o Brasil, fazendo a torcida no Maracanã soltar o grito de "o campeão voltou!".cl/mcd/aam

Escrito por:

AFP