Publicado 07/07/2019 - 09h00 - Atualizado 07/07/2019 - 09h00

Por Estadão Conteúdo


As baixas temperaturas que atingem a capital paulista desde a madrugada de Sexta-feira (5), podem ter causado a morte de ao menos três pessoas nas ruas da cidade. Desde que a frente fria chegou a São Paulo, a polícia já encontrou mortos no centro, na zona oeste e na zona leste, com suspeita de hipotermia.

Na madrugada de ontem, o corpo de um morador de rua foi encontrado na região de Itaquera, na zona leste. Segundo informações do 63.º Distrito Policial (Vila Jacuí), o frio é a causa aparente da morte. O homem foi encontrado na rua, coberto apenas por uma manta, próximo à estação Dom Bosco da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). A polícia ainda investiga o caso.

Quando o corpo foi encontrado, a capital registrava uma das temperaturas mais baixas do ano. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o frio chegou a 7,4º C.

Na tarde de anteontem, o corpo de outro homem foi encontrado no Pari, na região central. Não havia sinais de violência. Ele não tinha documentos e ainda não foi identificado. Segundo testemunhas ouvidas pela polícia, ele não costumava dormir na região. O corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) para um exame que deve confirmar a causa. O caso foi registrado no 12.º DP (Pari) como morte suspeita.

No mesmo dia, durante a manhã, outro morador de rua foi encontrado morto no Terminal da Barra Funda, na zona oeste de São Paulo. Também há suspeita de que as baixas temperaturas tenham causado a morte.

O padre Julio Lancellotti, da Pastoral do Povo de Rua, afirma que é comum que o frio não seja apontado com a causa da morte, mas, sim, alguma patologia prévia da vítima. "O IML sempre vai dizer que foi outra coisa que causou a morte, um problema cardíaco ou hepático. A hipotermia potencializa esses problemas", disse.

A Prefeitura afirma ter realizado mais de 6,5 mil acolhimentos desde o dia 22 de maio nos Centros de Acolhida. A administração informou que a Operação Baixas Temperaturas segue até 20 de setembro.

O frio deve continuar na capital paulista hoje (7), com mínima de 6ºC e máxima de 18º C, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências. Amanhã (8) e na terça (9), a temperatura sobe um pouco, variando entre 8ºC e 21ºC. Não há previsão de chuva.

Frio no Sul

No Sul do país, foram registradas temperaturas negativas, geada e até neve. Em Santa Catarina, as temperaturas ficaram na faixa dos -3ºC a 3ºC em todo o Estado. Urupema registrou frio ainda mais intenso, com -6ºC na noite de anteontem. Já em São Joaquim, os termômetros marcaram -3,5ºC durante a madrugada, e nevou.

No Rio Grande do Sul, houve neve em pelo menos oito municípios. No Estado, a menor temperatura registrada foi de -5ºC em Quaraí, na divisa com o Uruguai. Já no Paraná não houve neve, apenas geada.

Como ajudar

A população também pode ajudar as pessoas em situação de rua solicitando uma abordagem social por meio da CPAS, que funciona 24 horas por dia e pode ser acionada pela Central 156.

A solicitação pode ser anônima, mas é importante ter informações para facilitar a identificação, na hora da ajuda.

O endereço da via em que a pessoa em situação de rua está (o número pode ser aproximado); citar pontos de referência;

características físicas e detalhes de como a pessoa a ser abordada está vestida.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Escrito por:

Estadão Conteúdo