-->

Publicado 12/07/2019 - 08h38 - Atualizado 12/07/2019 - 08h38

Por Gilson Rei

O corpo de um homem de cerca de 23 anos foi encontrado ontem às margens da rodovia D. Pedro I

Matheus Pereira/Especial para a AAN

O corpo de um homem de cerca de 23 anos foi encontrado ontem às margens da rodovia D. Pedro I

A Polícia Civil de Campinas investiga a relação entre as duas mortes ocorridas em dias diferentes às margens da Rodovia D. Pedro I (SP-065), km 141, no Jardim Francisca, próximo à Central de Abastecimento de Campinas (Ceasa). Ontem, o corpo de um homem de aproximadamente 23 anos foi encontrado estirado ao lado de uma bicicleta do aplicativo Yellow nas mesmas condições e no mesmo local de uma outra ocorrência de homicídio registrada em 27 de junho passado.
Em ambos os casos, os homens estavam com lesões na cabeça e perfurações na cabeça e no tórax. Outra semelhança foi a falta de documentação ou pertences das vítimas. A perícia apenas encontrou uma embalagem de crack no bolso de ambas as vítimas. A única diferença entre os dois casos foi a utilização da bicicleta de aplicativo Yellow na morte de ontem.
As duas mortes estão sendo investigadas por equipes do Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa da 1ª Delegacia Seccional de Campinas. Investigadores confirmaram que trocam informações e que há indícios de que duas mortes estão relacionadas.
O homicídio ocorrido ontem foi percebido por volta das 5h por dois policiais rodoviários que faziam ronda pela rodovia. Após atendimento do Resgate da concessionária Rota das Bandeiras, foi confirmada a morte. O outro homem encontrado sem vida em 27 de junho estava nas mesmas condições e no mesmo horário.
Os homicídios foram registrados no plantão do 1º Distrito Policial e encaminhados ao Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa da 1ª Delegacia Seccional de Campinas.

Escrito por:

Gilson Rei