Publicado 10/07/2019 - 06h00 - Atualizado 09/07/2019 - 15h46

Por Do Correio

Vista da Avenida Princesa D'Oeste

Reprodução

Vista da Avenida Princesa D'Oeste

AVENIDA PRINCESA D'OESTE PEDE ATENÇÃO
Em meio a três bairros muito bem servidos em matéria de melhoramentos públicos a Av. Princesa D'Oeste, com todo o seu abandono, surge como uma ilha, cercada de luz e asfalto por todos os lados, mas sem receber, apesar de inúmeras promessas, nenhum destes benefícios. Trata-se de uma via aberta há alguns anos pela administração municipal e que saindo das proximidades do estádio do Guarani F.C., alonga-se até o extremo do Jardim Proença. Distante apenas duas quadras, a Av. Adindo Joaquim de Lemos, asfaltada, bem iluminada, está para receber luminárias a gás de mercúrio. No sentido contrário, todo o bairro da Ponte Preta, asfaltado, calçado, iluminado. E na continuação da Av. Princesa D'Oeste, o aristocrático bairro de Nova Campinas, dotado de todos os benefícios.
 
TEMPORADA TEATRAL PROSSEGUE SÁBADO
Dando continuidade à temporada teatral em Campinas, que vinha sendo realizada no teatrinho da Avenida Saudade, e agora, pelas dificuldades criadas pelo Diretor do Departamento de Cultura da Prefeitura Municipal, é feita no salão nobre da Associação Atlética Ponte Preta, graças à gentileza e alta compreensão do presidente da veterana agremiação futebolística, sábado e domingo o público campineiro poderá assistir, mais uma vez ou melhor informando pela quinta vez em nossa cidade, a consagrada e discutida peça de Plínio Marcos, o mais premiado dos autores nacionais "Dois Perdidos numa noite suja".
 
PREÇO EM DÓLARES DA CONQUISTA DA LUA
O envio de homens à Lua custa 350 milhões de dólares à NASA, anunciou-se hoje aqui. O custo da missão Apolo-11 se divide assim: lançador Saturno-5: 185 milhões; cabina de comando: 55 milhões; veículo lunar: 41 milhões, combustível e manutenção das instalações terrestres do contrôle do vôo: 69 milhões. O custo da missão Apolo-11, o mais elevado de todos os vôos espaciais norte-americanos, não apresenta grande coisa ao lado da soma gasta pela Agencia Espacial desde sua criação, há dez anos, para chegar a êste resultado: 23 bilhões 915 milhões de dólares.

Escrito por:

Do Correio