Publicado 11/06/2019 - 20h30 - Atualizado 11/06/2019 - 20h30

Por AFP


Alemanha e Itália mantiveram a boa fase nas eliminatórias da Eurocopa-2020, após vencerem nesta terça-feira em casa Estônia (8-0) e Bósnia (2-1), respectivamente, enquanto que a França, em sua visita à frágil Andorra (4-0) se recuperou de sua derrota de sábado para a Turquia fora de casa.Foi uma terça-feira sem grandes surpresas e o resultado mais impressionante foi esse festival de gols dos alemães no jogo em Mainz.A vitória foi praticamente decretada antes do intervalo, quando a equipe comandada pelo técnico Joachim Löw já ganhava por 5 a 0 com os gols de Marco Reus (minutos 10 e 37), Serge Gnabry (17), Leon Goretzka (20) e Ilkay Gündogan (26, de pênalti). Na segunda etapa, Gnabry voltou a marcar (62), assim como Timo Werner (79) e Leroy Sané (88) completando a goleada."Tínhamos a intenção de marcar muitos gols, mas não dá para avaliar diante de um adversário assim. Continuamos sendo realistas e queremos chegar tão bem contra a Holanda" em setembro no próximo duelo classificatório, declarou Reus após a partida.A Alemanha, que em seus dois compromissos anteriores havia vencido como visitante Holanda e Bielorrússia, é segunda do grupo C com um total de 9 pontos. Só a Irlanda do Norte, que disputou uma partida a mais e tem 12 pontos, após somar seu quarto triunfo em quatro jogos, nesta terça-feira na Bielorrússia (1-0).Mais sofrida foi a vitória italiana, que teve que virar diante da Bósnia (2-1) em Turim, com um gol na reta final de Marco Verratti.O jogador do Paris Saint-Germain apareceu como salvador aos 41 minutos do segundo tempo, recebendo um passe na área de Lorenzo Insigne e chutando a bola, por entre vários jogadores adversários, para o fundo das redes.Insigne havia empatado a partida no início da segunda etapa (46), depois de Edin Dzeko surprender aos 32 minutos abrindo o placar para os bósnios.Com esta vitória, a Itália segue sua campanha perfeita no grupo, com quatro vitórias e 12 pontos. Tem três pontos a mais que a Finlândia, que soma 9 após sua vitória de 2 a 0 desta terça sobre Liechtenstein, enquanto que no terceiro lugar está a Armênia, com 6, após surpreender a Grécia vencendo por 3 a 2 fora de casa.A 'Squadra Azzurra' se aproxima assim da Eurocopa, um objetivo prioritário após o vexame de ter ficado fora da Copa do Mundo de 2018 na Rússia."Todas as partidas são difíceis, principalmente quando é preciso jogar dois jogos tão próximos com o campeonato que acabou de terminar. A Bósnia tem muitos jogadores técnicos e sabíamos que ia ser difícil. Melhoramos ao longo da partida e realmente merecemos esta vitória", disse à Rai o técnico italiano, Roberto Mancini.- França se recupera -A França, ainda abatida após a derrota de 2 a 0 no sábado para a Turquia, conseguiu curar suas feridas com uma vitória lógica e contundente, de 4 a 0, em sua visita à modesta seleção de Andorra.A equipe do Principado recebeu os campeões mundiais em seu pequeno estádio com capacidade para menos de 2.000 espectadores, e o jogo teve quase um clima de treino para os jogadores comandados pelo técnico Didier Deschamps.Kylian Mbappé abriu o placar aos 11 minutos, Wissam Ben Yedder ampliou aos 30, Florent Thauvin fez o terceiro (45) e Kurt Zouma (60) fechou a goleada dos 'Bleus' no segundo tempo."Os jogadores se mostraram aplicados, sérios, apesar de que poderíamos ter feito mais gols", avaliou Deschamps.Na classificação do grupo, a França está empatada na liderança com Turquia e Islândia, todas com 9 pontos. Os islandeses venceram os turcos por 2 a 1 em casa nesta terça.Tampouco houve surpresa em Bruxelas. A Bélgica derrotou a Escócia por 3 a 0 conseguindo assim sua quarta vitória em quatro jogos. Os belgas são líderes isolados de seu grupo e estão cada vez mais perto da Eurocopa de 2020.bur/dr/iga/aam

Escrito por:

AFP