Publicado 11/06/2019 - 18h44 - Atualizado 11/06/2019 - 18h44

Por Estadão Conteúdo


Após 14 anos de tramitação na Justiça da Bolívia, três executivos da Petrobras Bolívia foram inocentados no caso conhecido como "petrocontratos", que envolvia também outras petroleiras na época da expropriação dos ativos de empresas de petróleo estrangeiras feita pelo presidente Evo Morales, em abril de 2005.

"O caso foi concluído terça-feira (04/06), quando foi decretado não haver provas suficientes e elementos de condenação para sustentar a acusação formal no julgamento oral e público. O Ministério Público vai arquivar o processo e as medidas restritivas resultantes dele", informou a Petrobras em nota.

Os nomes dos executivos não foram revelados pela companhia, que comemorou a decisão, "por entender que, a despeito da longa duração do processo e dos graves inconvenientes aos acusados, a Justiça prevaleceu no final", afirmou em nota.

Escrito por:

Estadão Conteúdo