Publicado 11/06/2019 - 13h45 - Atualizado 11/06/2019 - 13h45

Por Estadão Conteúdo


Quatro das vítimas da explosão de um barco em Cruzeiro do Sul, no interior do Acre, foram transferidas para Belo Horizonte. Elas serão internadas no Hospital João XXIII, na capital mineira. Na segunda-feira, 10, uma criança de 4 anos e Umberto da Conceição de Oliveira, 38, foram os primeiros a serem transferidos. Nesta terça-feira, 11, chegam ao Hospital João XXIII Valdir Torquato, 52, e Francisco Lima dos Santos, 46.

O transporte dos pacientes tem sido possível por meio de parceria do Governo do Acre com o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, a Sociedade Brasileira de Queimaduras e da Força Aérea Brasileira (FAB).

Outras nove vítimas da explosão permanecem no Acre, entre elas, um bebê de 9 meses, cujo quadro clínico é mais grave. O que agrava alguns casos é o fato de órgãos respiratórios terem sido muito afetados no acidente.

A Polícia Civil continua o trabalho de investigação. Uma das prioridades no momento é identificar o dono do caminhão que operava o abastecimento do barco na beira do Rio Juruá.

De acordo com o delegado que realiza as investigações, Lindomar Ventura, a embarcação tinha autorização para navegar, mas o transporte de combustível juntamente com mercadorias e passageiros é irregular.

Escrito por:

Estadão Conteúdo