Publicado 10/06/2019 - 15h30 - Atualizado 10/06/2019 - 15h30

Por Estadão Conteúdo


Catherine Richie, de 90 anos, foi salva por quatro adolescentes, de 14 a 17 anos, durante um incêndio em sua casa em Oklahoma, nos Estados Unidos.

Em meados de maio, a idosa estava no banheiro quando notou que sua cama estava em chamas. Ela então tentou escapar, mas uma cortina de fumaça a deixou desorientada e presa em meio ao fogo. Foi aí que os jovens agiram. Por coincidência, eles estavam saindo da casa vizinha e entraram em ação assim que viram os sinais do acidente.

"Ela entrou no armário várias vezes pensando que era a porta que leva ao corredor", escreveu Missy Ritchie Nicholas, um de seus dez filhos.

O jovem Seth Byrd, de 16 anos, entrou pela porta dos fundos e encontrou Catherine no corredor repleto de fumaça, pegando-a no colo para tirá-la dali.

Duas semanas após o incêndio, Nicholas homenageou os jovens em seu blog.

"Obrigado pelo altruísmo, heroísmo e coragem. Obrigado por não permitirem que isso fosse trágico e desse fim à vida da minha mãe. Obrigado por ficarem com ela, abraçá-la e ajudá-la a se sentir menos sozinha até que pudéssemos chegar até ela. Obrigado por se manterem seguros também. Agradeço ainda a seus pais, que obviamente criaram vocês de tal forma que levou os quatro a salvarem a vida e tomarem decisões heroicas em nome de outra pessoa. Seremos eternamente gratos ao tempo que vocês se dedicaram a nós", escreveu ele em nome dos dez filhos e 42 netos de Catherine.

Escrito por:

Estadão Conteúdo