Publicado 10/06/2019 - 12h44 - Atualizado 10/06/2019 - 12h44

Por AFP


O governo da Nicarágua libertou nesta segunda-feira 50 opositores detidos por participarem dos protestos contra o presidente Daniel Ortega, após a aprovação de uma polêmica lei de anistia que também ampara os responsáveis pela repressão aos manifestantes, informaram as autoridades.O Ministério de Governo informou em um comunicado que "em cumprimento ao estabelecido na Lei de Anistia aprovada pela Assembleia Nacional (...) colocou em liberdade 50 pessoas por delitos contra a segurança comum e com tranquilidade pública, e continua preparando a liberação de presos por esses delitos".jr/mas/dg/cc

Escrito por:

AFP