Publicado 10/06/2019 - 11h00 - Atualizado 10/06/2019 - 11h00

Por AFP


O ex-presidente do Paquistão Asif Ali Zardari, que foi marido da ex-primeira-ministra assassinada Benazir Bhutto, foi detido nesta segunda-feira por um caso de suposta corrupção, depois que seu pedido de fiança foi rejeitado.Zardari, presidente do país entre 2008 e 2013, foi acusado em vários casos de corrupção e recebeu o apelido de "Senhor 10%".O ex-presidente foi detido em sua casa em Islamabad, onde aconteceu um confronto entre a polícia e um grupo de simpatizantes de sua formação, o opositor Partido do Povo Paquistanês (PPP).Zardari é acusado de lavagem de dinheiro através de bancos e empresa. No ano passado, as autoridades paquistanesas descobriram várias contas em nome de pessoas sem recursos, nas quais entravam grandes quantias de dinheiro e que desapareciam rapidamente.Em setembro, o Supremo Tribunal paquistanês criou uma comissão para investigar o caso e indicou que pelo menos 400 milhões de dólares circularam por "centenas de contas falsas".Zardari, que passou 11 anos na prisão por outro caso de corrupção, deixou a presidência em 2013, mas permaneceu à frente do PPP.ga/ds/rbu/fox/pc/mb/fp

Escrito por:

AFP