Publicado 10/06/2019 - 09h00 - Atualizado 10/06/2019 - 09h00

Por AFP



A PVH Corp. [NYSE:PVH], uma das maiores empresas de vestuário do mundo e
proprietária de marcas icônicas, incluindo CALVIN KLEIN, TOMMY HILFIGER, Van Heusen,Speedo, e IZOD, anunciou
hoje que Cheryl Abel-Hodges é a nova diretora executiva da Calvin Klein.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui:
https://www.businesswire.com/news/home/20190610005356/pt/
PVH Corp. promove Cheryl Abel-Hodges a CEO da Calvin Klein, Inc. (Photo: Business Wire)
Abel-Hodges já havia ocupado o cargo de presidente do Grupo, da Calvin
Klein North America e do The Underwear Group. Neste novo papel, ela
responderá ao presidente da PVH, Stefan Larsson.

Steve Shiffman, ex-CEO, está deixando a empresa para buscar outros
interesses.

"Tenho certeza de que Cheryl é a pessoa certa para liderar a marca CALVIN KLEIN. Suas fortes habilidades de gerenciamento, juntamente com seu
histórico consistente de excelência operacional, proporcionarão uma
direção forte para a equipe da Calvin Klein" , declarou o Presidente e
CEO da PVH Corp., Emanuel Chirico. "Acredito que essa mudança de
liderança, juntamente com nossas incríveis equipes de gerenciamento em
todo o mundo, nos permitirá capturar o potencial de crescimento de longo
prazo da marca."

Chirico acrescentou, "Quero agradecer a Steve por suas inúmeras
contribuições para PVH, que incluiu a liderança de nossos negócios de
varejo Calvin Klein e Heritage Brands, além de ter um papel fundamental
como CEO no crescimento da marca CALVIN KLEIN ."

Desde que entrou em 2006 na PVH, Abel-Hodges ocupou vários cargos de
liderança em toda a organização. Como presidente do Grupo Calvin Klein
North America, ela ajudou a definir a direção estratégica da marca CALVIN KLEIN,focando na abordagem centrada no consumidor. No The Underwear
Group, Abel-Hodges liderou o desenvolvimento da inovadora plataforma de
roupas íntimas da PVH, supervisionando o design, o merchandising, o
desenvolvimento de produtos e o planejamento de todos os negócios de
roupa interior feminina da PVH.
Sobre a PVH Corp.

PVH é uma das empresas de moda e estilo de vida mais admiradas do mundo.
Nós impulsionamos marcas que levam a moda para frente - para sempre.
Nosso portfólio de marcas inclui os icônicos CALVIN
KLEIN, TOMMY
HILFIGER, Van
Heusen, IZOD,
ARROW,
Speedo*,Warner's,
Olgae Geoffrey Beenebem como a True
& Co. Comercializamos uma variedade de produtos sob essas e
outras marcas próprias e licenciadas nacional e internacionalmente
conhecidas A PVH tem mais de 38.000 associados operando em mais de 40
países e US$ 9,7 bilhões anuais em receitas. Esse é o nosso poder. Esse
é o poder da PVH.

*ASpeedoé uma marca que tem licença na América do Norte e no
Caribe em perpetuidade da Speedo International Limited.

DECLARAÇÃO DE PORTO SEGURO SOB A LEI DE REFORMA DE LITÍGIO DE TÍTULOS
PRIVADOS DE 1995: Declarações prospectivas contidas neste comunicado de
imprensa, incluindo, sem limitação, declarações relacionadas aos planos,
estratégias, objetivos, expectativas e intenções futuras da Empresa, são
feitas de acordo com as disposições de porto seguro da Lei de Reforma de
Litígios de Títulos Privados de 1995. Os investidores são advertidos de
que tais declarações prospectivas estão inerentemente sujeitas a riscos
e incertezas, muitas das quais não podem ser previstas com precisão e
algumas das quais podem não ser previstas, incluindo, sem limitação ( i)
os planos, estratégias, objetivos, expectativas e intenções da Empresa
estão sujeitos a alterações a qualquer momento, a critério da Empresa;
(ii) a Empresa pode ser considerada altamente alavancada e usa uma
parcela significativa de seus fluxos de caixa para atender sua dívida,
resultando em que a Empresa pode não ter fundos suficientes para operar
seus negócios da maneira que pretende ou tem operado no passado; (iii)
os níveis de vendas de vestimenta, calçados e afins da Empresa, tanto
para seus clientes atacadistas como em suas lojas de varejo, os níveis
de vendas dos concessionários da Empresa no atacado e varejo, e a
extensão dos descontos e preços promocionais em que a Empresa e seus
concessionários e outros parceiros de negócios são obrigados a
contratar, todos os quais podem ser afetados por condições climáticas,
mudanças na economia, preços de combustível, reduções de viagens,
tendências de moda, consolidações, reposicionamentos e falências nos
setores de varejo, reposicionamento de marcas pelos licenciadores da
Empresa e outros fatores; (iv) a capacidade da empresa de gerenciar seu
crescimento e estoque, incluindo a capacidade da empresa de obter
benefícios de aquisições, como as aquisições pendentes identificadas
neste comunicado à imprensa; (v) restrições de cotas, imposição de
controles de salvaguardas e imposição de direitos ou tarifas sobre bens
dos países onde a Empresa ou seus concessionários produzem mercadorias
sob suas marcas, qualquer uma das quais, entre outras coisas, poderia
limitar a capacidade de produzir produtos em países com boa relação
custo-benefício ou em países que possuem o conhecimento trabalhista e
técnico necessário; (vi) a disponibilidade e custo de matérias-primas;
(vii) a capacidade da empresa de se ajustar oportunamente às mudanças
nas regulamentações comerciais e à migração e desenvolvimento de
fabricantes (o que pode afetar a melhor maneira de produzir os produtos
da empresa); (viii) mudanças na capacidade de fábrica e transporte
disponíveis, escalada de custos salariais e de transporte, conflitos
civis, atos de guerra ou terrorismo, ameaça de qualquer dos precedentes
ou instabilidade política ou trabalhista em qualquer um dos países onde
a Empresa ou seus concessionários ou os produtos de outros parceiros de
negócios são vendidos, produzidos ou planejados para serem vendidos ou
produzidos; (ix) epidemias de doenças e preocupações relacionadas à
saúde, que poderiam resultar em fábricas fechadas, redução da força de
trabalho, escassez de matérias-primas e fiscalização ou embarque de
mercadorias produzidas em áreas infectadas, bem como redução do tráfego
de consumidores e compras, conforme os consumidores adoecem ou limitam
ou deixam de fazer compras para evitar a exposição; (x) aquisições e
alienações, e questões decorrentes de aquisições, desinvestimentos e
transações propostas, incluindo, sem limitação, a capacidade de integrar
uma entidade ou negócio adquirido na Empresa sem nenhum efeito adverso
substancial sobre a entidade adquirida, os negócios adquiridos ou as
operações existentes na Empresa, as relações com funcionários, as
relações com fornecedores, o relacionamento com clientes ou desempenho
financeiro, e a capacidade de operar de forma eficaz e lucrativa, os
negócios contínuos da Empresa após a venda ou outra disposição de uma
subsidiária, negócio ou seus ativos; (xi) a falha dos concessionários da
Empresa em comercializar produtos concessionários com sucesso ou
preservar o valor das marcas da Empresa, ou o uso indevido das marcas da
Empresa; (xii) flutuações significativas do dólar norte-americano em
relação a moedas estrangeiras nas quais a Empresa realiza níveis
significativos de transações comerciais; (xiii) as despesas do plano de
aposentadoria da Empresa registradas ao longo do ano são calculadas
utilizando avaliações atuarias que incorporam premissas e estimativas
sobre as condições financeiras, econômicas e demográficas do mercado, e
diferenças entre os resultados estimados, e os resultados reais geram
ganhos e perdas, que podem ser significativos, que são registrados
imediatamente no resultado, geralmente no quarto trimestre do ano; (xiv)
o impacto de legislação e regulamentos tributários novos e revisados,
particularmente a Lei de Cortes de Impostos e Empregos dos EUA de 2017,
que poderia afetar desproporcionalmente a Empresa em comparação com
alguns de seus pares devido à estrutura tributária específica da Empresa
e sua maior porcentagem de receitas e rendimentos gerados fora dos EUA,
e a legislação promulgada na Holanda conhecida como "Plano Fiscal
Holandês de 2019"; e (xv) outros riscos e incertezas indicados de tempos
em tempos nos registros da Empresa junto à SEC, Securities and Exchange
Commission (Comissão de Valores Mobiliários e Câmbio).

A Empresa não assume qualquer obrigação de atualizar publicamente
qualquer declaração prospectiva, seja como resultado do recebimento de
novas informações, eventos futuros ou de outra forma.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada.
As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se
referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que
tem efeito legal.


Ver a versão original em businesswire.com: https://www.businesswire.com/news/home/20190610005356/pt/ Contato
PVH Corp. Dana Perlman Tesoureiro, vice-presidente sênior de
Desenvolvimento de Negócios e Relações com Investidores (212)
381-3502 communications@pvh.com Calvin
Klein Caroline Curtis Vice-presidente de Marketing de Marca e
Comunicação Empresarial (212) 292-9214 calvinkleincommunications@ck.com

© 2019 Business Wire, Inc.

Aviso:
Este documento não é de autoria da AFP e a AFP não pode se responsabilizar por seu conteúdo.
Para esclarecer qualquer dúvida sobre o conteúdo, por favor, contate as pessoas/empresas indicadas neste comunicado de imprensa.

Escrito por:

AFP