Publicado 10/06/2019 - 06h44 - Atualizado 10/06/2019 - 06h44

Por AFP


Doze órfãos franceses de famílias jihadistas foram devolvidos no domingo a uma delegação francesa pelas autoridades curdas da Síria, anunciou nesta segunda-feira uma fonte local.As crianças, a mais velha delas de 10 anos, viviam em campos de deslocados no nordeste do país, onde estão dezenas de milhares de pessoas que fugiram da ofensiva contra o último reduto do grupo extremista Estado Islâmico (EI).As autoridades curdas entregaram "12 órfãos das famílias do EI a uma delegação do ministério francês das Relações Exteriores", afirmou Abdelkarim Omar, alto funcionário da administração curda.Após a conquista do último reduto jihadista no leste da Síria, os combatentes curdos e árabes das Forças Democráticas Sírias (FDS) anunciaram em 23 de março a derrota do "califado" do EI.As autoridades curdas administram campos no nordeste da Síria onde vivem milhares de mulheres e crianças de jihadistas estrangeiros.bur-rh/jmm/vl/gk/pc/pb/fp

Escrito por:

AFP