Publicado 09/06/2019 - 09h30 - Atualizado 09/06/2019 - 09h30

Por AFP


A polícia espanhola anunciou a detenção, neste domingo (9), na localidade turística de Marbella, de 21 pessoas que fariam parte de uma rede de exploração sexual de mulheres, liderada por uma família portuguesa.Segundo o comunicado policial, esta rede tinha uma casa nesta cidade andaluza que funcionava como prostíbulo 24 horas por dia. Nesse local, as mulheres eram submetidas a "um regime de multas, de jornadas exaustivas e de ameaças". Trancafiadas, eram impedidas de deixar o imóvel.Oito das vítimas foram soltas durante a operação."Algumas foram de maneira voluntária ao prostíbulo, enquanto outras eram enganadas com uma oferta de emprego em uma casa de massagens", relatou a polícia.Os líderes da organização, que também distribuía drogas entre seus clientes, "eram um clã familiar português", acrescentou o comunicado.dbh/es/tt

Escrito por:

AFP