Publicado 02/06/2019 - 12h56 - Atualizado 02/06/2019 - 13h00

Por Renato Piovesan/AAN

Você não precisa atravessar nenhuma avenida para chegar à praia, no máximo uma pequena ruela de paralelepípedo fechada para o tráfego de veículos

Renato Piovesan/AAN

Você não precisa atravessar nenhuma avenida para chegar à praia, no máximo uma pequena ruela de paralelepípedo fechada para o tráfego de veículos

Olha que coisa mais linda, mais cheia de graça. Eu até podia estar falando da Garota de Ipanema, música de Tom Jobim que dispensa maiores apresentações. Mas hoje o espaço é reservado a um hotel localizado a poucos metros da estátua do falecido cantor e compositor, na praia de... Ipanema, é claro! É que o Hotel Arpoador está cheio de novidades neste ano e, após conhecê-lo no último fim de semana, a convite do Grupo Arpoador, eu precisava compartilhar com vocês.
Fundado em 1974, o empreendimento carrega consigo o status de único hotel ‘pé na areia’ do Rio de Janeiro. Sim, você não precisa atravessar nenhuma avenida para chegar à praia, no máximo uma pequena ruela de paralelepípedo fechada para o tráfego de veículos – não tem nada igual na orla carioca. Nem parece que estamos numa metrópole com mais de 6 milhões de habitantes.
“É o hotel mais próximo do mar em todo o Rio de Janeiro. Aqui você abre a janela e só ouve o barulho do mar, não de carros”, conta, orgulhoso, Daniel Gorin, gerente-geral do Grupo Arpoador. Ele é neto de Manoel e Rachel Strosberg, os fundadores do hotel, e o responsável por uma transformação radical do espaço, que passou por uma completa reforma por 1 ano e nove meses e só foi reaberto em janeiro de 2019.
O arquiteto Thiago Bernardes, à frente do escritório Bernardes Arquitetura, foi escolhido para liderar a renovação total do edifício. No térreo, hóspedes e visitantes têm acesso ao charmoso Arp, um bar de frente para o mar com excelentes coquetéis de Néli Pereira e menu com comidinhas de praia sofisticadas na medida certa, assinadas pela famosa chef Roberta Sudbrack.
É no próprio bar que hóspedes e não hóspedes do Arpoador podem tomar um café da manhã apreciando, ao fundo, o amanhecer da praia de Ipanema. O Arp dá acesso ao lobby do hotel, que possui 49 quartos e seis andares. O sexto e último deles, aliás, é um show à parte: um terraço debruçado sobre o mar com piscina triangular de borda infinita com vistas deslumbrantes – à esquerda, a pedra do Arpoador, de onde se vê o pôr do Sol mais fascinante da Cidade Maravilhosa, e à direita, o Morro Dois Irmãos, principal cartão-postal do Rio. É um cenário para esquecer de qualquer estresse. E, até por isso, há sauna, sala para massagem e aulas de ioga e meditação no mesmo terraço ao longo da semana.
“O hotel está localizado numa península que liga os bairros de Copacabana e Ipanema, que são mundialmente conhecidos. Quando pensamos na reforma para transformar o hotel num ‘life style’, o que a gente propõe é que o hóspede se sinta necessariamente relaxado logo que entra no hotel”, diz Gorin. “Num local que é um real ponto de encontro, estamos indo além da ideia de um hotel aconchegante, criando um espaço convidativo, onde interior e exterior são mesclados”, acrescenta o arquiteto Thiago Bernardes, que também desenhou janelas tipo escotilhas de navio por todos os andares.
O clima praiano permeia toda a escolha dos materiais usados no projeto. O piso em madeira (alusão a um deque de barco), palha, fibras, linho e algodão trazem a exuberância da natureza para os espaços internos, com paletas de cores e texturas exclusivas. Escolhas que refletem a alma carioca.
"Desde sempre, as pessoas se encantam com a proximidade do mar. Não apenas visualmente, mas também no plano sensorial, pelo som das ondas, o cheiro da maresia, a onipresença marítima permeando todo o ambiente. Não à toa, o projeto traz a atmosfera descontraída das praias e ruas da cidade para os espaços internos", afirma Daniel Gorin.
Se Tom Jobim estivesse vivo, Gorin brinca: “Aposto que ele viria todos dias para cá trazer seu charuto e ficar na nossa varanda fumando”. Inspirações para novas composições não iriam faltar a Tom Jobim, de fato.
SERVIÇO
O que: Hotel Arpoador
Onde: Rua Francisco Otaviano, 177, Arpoador
www.hotelarpoador.com

Escrito por:

Renato Piovesan/AAN