Publicado 12/06/2019 - 13h07 - Atualizado 12/06/2019 - 16h23

Por Delma Medeiros

André Luís acompanha as cenas do longa 'Amor, confuso amor', comédia romântica sobre relacionamentos

Divulgação

André Luís acompanha as cenas do longa 'Amor, confuso amor', comédia romântica sobre relacionamentos

Apesar de todas as dificuldades e falta de apoio institucional, o cineasta André Luís descobriu uma forma diferente de produzir seus filmes, pelo sistema independente e colaborativo. No final de maio ele deu início às gravações do longa-metragem 'Amor, confuso amor', que prosseguem até domingo (16) no Clara Resort, de Ibiúna (SP). Trata-se do segundo longa que ele dirige este ano. Em janeiro ele gravou 'Máscaras', que tem previsão de lançamento em agosto. “A equipe é a mesma de 'Máscaras'. Diante das inúmeras dificuldades de se fazer cinema contando com leis de incentivo, estamos trabalhando no formato crowdsourcing, colaborativo, no qual todos os envolvidos, elenco e equipe técnica, têm porcentagem sobre o lucro do filme”, explica André Luís. No total serão dez diárias no Clara Resort, apoiador do filme, mais três diárias externas.
“'Amor, confuso amor' é uma comédia romântica, uma narrativa não linear, fragmentada, na forma que eu como diretor mais simpatizo, com signos e símbolos construindo a trama. Como sou fã do gênero de suspense psicológico vou explorar este estilo na linguagem do filme”, conta André, que seguiu a mesma linha na condução de 'Máscaras'.
Ele adianta que a estória retrata um casal, Jorge e Rebecca, e duas amigas, Aninha e Marcela, que chegam num resort para passar um feriado prolongado e nos encontros destes personagens lembranças se confundem com eventos atuais, trazendo uma confusão e criando situações de conflitos e também românticas entre eles.
Encabeçando o elenco estão Marjorie Gerardi, Paola Rodrigues, Marco Luque, Taiguara Nazareth, Isabella Lemos, Gui Santana, Tuna Dwek, Felipe Mafra, André Luís, entre outros. André Luís assina a direção e produção executiva e faz uma pequena participação como ator. A produção tem o patrocínio oficial do Clara Resort, Nutrahair, Juliette Congelados e EuroSports.
“Desde o começo sempre quis ‘desconstruir’ essa comédia. Cinema é uma arte pragmática, mas como toda arte tem sua essência orgânica”, diz André, citando que muita coisa foi alterada do roteiro original. “Nosso filme não é apenas uma comédia romântica. Assim como todo relacionamento que começa em paixão e se transforma em amor, nossa história é sobre a vida”, resume. Como na produção anterior, a ideia é investir primeiro na participação de festivais nacionais, conquistar alguns prêmios e só depois comercializar.
André Luís vem dirigindo curtas-metragens desde 2015. Seu primeiro curta de suspense, 'Julia', passou em cerca de 15 festivais nacionais e internacionais. Produziu ainda os curtas 'Cinedraminha Nacional' e 'Boneca', ambos dirigidos pelo campineiro Flávio Carnielli e também circulando em festivais. Atualmente está em pós-produção dos curtas 'Que gente é essa?' e 'LUX', com previsão de lançamento ainda neste ano. André também trabalha como ator em produções de cinema, televisão e teatro.

Escrito por:

Delma Medeiros