Publicado 09/06/2019 - 19h38 - Atualizado 09/06/2019 - 19h38

Por Da Agência Anhanguera

Bonecos de Gigi Manfrinato impressionam pelo tamanho e realismo

Divulgação

Bonecos de Gigi Manfrinato impressionam pelo tamanho e realismo

Duas exposições inusitadas e inéditas estão em cartaz em espaços campineiros. O Museu Casa de Vidro, no Lago da Café, abriga a exposição Botânica Retratos, de Marilia Vasconcellos, que apresenta 26 fotografias impressas em fine art com molduras caixa em madeira natural. A curadoria é de Fabiana Bruno. Já os halls de entrada dos restaurantes Bellini Ristorante e Kindai Campinas, ambos administrados pela Rede Vitória Hotéis, recebem os novos bonecos de Gigi Manfrinato, que impressionam pelo realismo, marca registrada da artista plástica paulistana. Ao todo serão dez esculturas.
Segundo a fotografa e artista plástica Marilia Vasconcellos Botânica Retratos é uma exposição fotográfica que busca denotar a diversidade humana e natural “pois somos também como plantas, únicos em nossa espécie e vastos em nossas variações.” Marilia explica que as plantas sempre estiveram presentes nos seus processos criativos - o uso de cenários e paisagens já era uma constante em suas fotos. Mas o ensaio Botânica Retratos teve origem nos seus estudos de linhas espirituais indianas, especialmente as pesquisas de Boser, um botânico indiano que dedicou a sua vida ao estudo das plantas, baseados em observações que fortaleciam a ideia de que as plantas possuíam reações emocionais diversas. “Minha percepção de que as plantas vivas não podem ser simplesmente expropriadas de sua natureza me fizeram começar a elaborar uma série de manufaturas imagéticas usando plantas caídas - aquelas que já completaram o seu ciclo de vida e estão em processo de secagem e decomposição naturais.”
A experimentação com as plantas e a criação de adornos teve início há dois anos. Nesse período ela elaborou e experimentou diversas técnicas de selagem de plantas secas, secagem de folhagens e flores frescas e através delas foi percebendo as nuances formais do material, como eles reagiam a ação do tempo e da técnica escolhida para a desidratação. Na elaboração de adornos e adereços, ela uniu as plantas secas ao papel. Os retratos, então, passaram a ser um desafio permanente para Marília: trabalhar com diversas expressões de beleza, construindo pequenas esculturas botânicas que de alguma forma se enlaçavam com a personalidade de cada ser.
Por sua vez, os bonecos de Gigi impressionam tanto no tamanho como no estilo realista. A impressão é que resolveram relaxar nos locais, tomar uma bebida e jantar. Desde 1980, os bonecos criados pela renomada artista fazem parte do imaginário da cidade de São Paulo. As obras já foram vistas em lugares inusitados da Capital paulista e de outras cidades brasileiras, em momentos como assistindo um espetáculo de rua, esperando em uma fila ou perambulando por estações de metrô e de ônibus.
As esculturas são modeladas em papel, cola, gesso e cimento. A técnica usada é denominada empapelamento e os figurinos são tratados com cola, gesso e pintura.
AGENDE-SE
O quê: Botânica Retratos, de Marília Vasconcellos
Quando: Até 31/8, de 3ª a 6ª das 10h às 17h, sábados e domingos, das 10h às 13h
Onde: Casa de Vidro do Lago do Café (Av. Heitor Penteado, 2.145, Taquaral)
Quanto: Entrada franca
O quê: Bonecos de Gigi Manfrinato
Quando: Até 6/7, Kindai, de 3ª a 6ª das 11h30 às 14h30; sáb/dom das 12h às 15h30; e das 19h às 23h30. Bellini, de 2ª a 5ª das 19h às 24h; 6ª e sáb., das 12h às 15h e das 19h às 24h; dom., das 12h às 16h
Onde: Bellini Ristorante e Kindai Campinas, no Vitória Hotel Concept (Av. José de Souza Campos, 425, Cambuí)
Quanto: Entrada franca

Escrito por:

Da Agência Anhanguera