Publicado 11/06/2019 - 07h41 - Atualizado 11/06/2019 - 07h41

Por Da Agência Anhanguera

Greve dos servidores da Unicamp entra no 6º dia

Divulgação

Greve dos servidores da Unicamp entra no 6º dia

A greve dos servidores da Unicamp entra hoje o sexto dia e segue sem previsão de acordo entre as partes. Os trabalhadores da universidade reivindicam reajuste de 8% nos salários e um plano de recomposição de perdas, estimadas em 15,9%, desde maio e 2015. Não foi divulgado número de adesão de trabalhadores ao movimento.
O Conselho Universitário (Consu) da Unicamp aprovou o reajuste de 2,2% a partir de 1º de maio nos salários dos servidores técnico-administrativos — a Unicamp conta com 8 mil desses funcionários em seu quadro — e docentes.
O Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas (Cruesp) se comprometeu em se reunir novamente com o Fórum das Seis — grupo que reúne representantes de docentes e servidores da Unicamp, USP e Unesp —, na segunda quinzena de outubro, caso a arrecadação do ICMS, ao final de setembro, atinja R$ 80 bilhões para uma arrecadação projetada ao ano de R$ 108.2 bilhões.
A Unicamp ressaltou que todas unidades de ensino e pesquisa e área da saúde funcionam normalmente.

Escrito por:

Da Agência Anhanguera