Publicado 07/06/2019 - 06h00 - Atualizado 06/06/2019 - 14h48

Por Do Correio

Área da Sorocabana, a partir da estação do Bonfim

Reprodução

Área da Sorocabana, a partir da estação do Bonfim

NOVA ESTAÇÃO PARA AS TRÊS FERROVIAS
Por estas colunas, focalizamos o belíssimo aspecto arquitetônico da "Estação da Paulista", como é denominada a despeito de servir outras ferrovias, e fizemos sentir, ao mesmo tempo, que não poderia, como está, permanecer relegada ao olvido para efeito de algumas melhorias que está a exigir e nem pressa somente, à tradição evocadora do papel que representou no passado e que poderá assumir no futuro, desde que acompanhe o evoluir do progresso da cidade. Em complemento ao que foi dito, torna-se oportuno e cabe relembrar a existência de um projeto, por sinal de ampla divulgação há pouco mais de um lustro, a objetivar a construção em Campinas de uma nova e grandiosa estação, destinada a atender as nossas três estradas de ferro: a Paulista, a Mogiana e a Sorocabana.
 
RÊDES EXTRAORDINÁRIAS DE ÁGUA E ESGOTO
Está convocada para amanhã, com início às 20 horas, mais uma sessão ordinária da Câmara Municipal, de cuja ordem do dia figura em 1.a discussão o projeto de lei do sr. Antonio Rodrigues dos Santos e que institui e autoriza um sistema de rêdes extraordinárias de água e esgotos, por parte de emprêzas loteadoras no perimetro suburbano da cidade, a serem ligadas a rêdes comuns, com certos requisitos. Entrará, também, em discussão única o requerimento do sr. Luiz Rafael Lot no sentido de se oficiar ao Delegado de Trânsito, solicitando a colocação de placas para coibir excesso de velocidade na Avenida Nossa Senhora da Consolação.
 
ECONOMIA: CRISE NA ARGENTINA
No verão de 1966 a Argentina era uma nação dividida e caótica, cuja economia tinha sido destroçada por greves quase contínuas. A herança da ditadura peronista ainda se fazia sentir 11 anos depois de sua queda. A Argentina parecia estar à beira da ruína, com as instituições democráticas quase passadas, a produção industrial decadente e a instabilidade sendo a tônica dominante. Os banqueiros mundiais deixaram de considerar a segunda nação da América do Sul corno desenvolvida, atribuindo-lhe o status de subdesenvolvida. Durante todo êsse tempo, as Forças Armadas se mantiveram afastadas.

Escrito por:

Do Correio