Publicado 07/05/2019 - 19h33 - Atualizado 07/05/2019 - 19h33

Por France Press

Nos Estados Unidos, os esforços para endurecer os controles de armas de fogo têm enfrentado fortes barreiras em nível federal

Divulgação

Nos Estados Unidos, os esforços para endurecer os controles de armas de fogo têm enfrentado fortes barreiras em nível federal

Um tiroteio em uma escola do Colorado, no oeste dos Estados Unidos, deixou ao menos sete feridos nesta terça-feira (7), segundo as autoridades, que detiveram dois suspeitos.
"Temos sete feridos confirmados, talvez oito, e não acreditamos que haja outro suspeito na escola", disse Holly Nicholson-Kluth, do departamento do xerife do condado de Douglas, onde ocorreu o tiroteio.
Os feridos foram levados para hospitais próximos.
Nicholson-Kluth não informou a idade dos feridos, seu estado de saúde ou se eram estudantes.
O funcionário destacou que os policiais ainda estão vasculhando a STEM School, que atende desde o ensino infantil até o secundário, e está localizada em Highlands Ranch.
A escola está situada a 13 km do Colégio Columbine, onde há 20 anos dois estudantes mataram 13 pessoas, no primeiro massacre deste tipo nos EUA na era moderna.
O massacre de Columbine foi seguido por tiroteios escolares ainda mais sangrentos, cada vez mais frequentes nos Estados Unidos, onde as armas de fogo mataram cerca de 40 mil pessoas em 2017, segundo números oficiais.
Apesar da violência ligada às armas de fogo, os esforços para endurecer os controles têm enfrentado fortes barreiras em nível federal.

Escrito por:

France Press