Publicado 03/05/2019 - 15h18 - Atualizado 03/05/2019 - 15h24

Por AFP

Nove corpos, quatro mulheres e cinco crianças, foram resgatados da água e cinco naufrágios puderam ser resgatados, segundo a mesma fonte

DR

Nove corpos, quatro mulheres e cinco crianças, foram resgatados da água e cinco naufrágios puderam ser resgatados, segundo a mesma fonte

 Nove migrantes sem documentos, quatro mulheres e cinco crianças, morreram nesta sexta-feira após o naufrágio na costa turca do barco que os levava para a Grécia, informou a guarda costeira turca.
O navio afundou 2,5 milhas náuticas (4,63 km) da costa da província de Balikesir, no oeste da Turquia, informou a guarda costeira em comunicado, sem revelar a nacionalidade dos passageiros.
Nove corpos, quatro mulheres e cinco crianças, foram resgatados da água e cinco naufrágios puderam ser resgatados, segundo a mesma fonte.
A Turquia, que abriga cerca de quatro milhões de migrantes e refugiados, a maioria sírios, é um importante país de trânsito para aqueles que fogem dos conflitos no Oriente Médio e querem chegar à Europa, a maioria deles através da Grécia.
Um acordo de imigração concluído em março de 2016 entre Ancara e a União Europeia, para deter as travessias do Mar Egeu, reduziu consideravelmente as chegadas às cinco ilhas mais próximas da Turquia.
Em 2015, mais de 875.000 migrantes chegaram às ilhas gregas, de acordo com Ewa Moncure, porta-voz da Frontex, a agência europeia para a proteção das fronteiras.

Escrito por:

AFP