Publicado 13/05/2019 - 15h02 - Atualizado // - h

Por Daniela Nucci

Questões ambientais chegam aos cardápios caseiros por meio da compra na medida do consumo para aproveitar ao máximo cada alimento

Shutterstock

Questões ambientais chegam aos cardápios caseiros por meio da compra na medida do consumo para aproveitar ao máximo cada alimento

A sustentabilidade virou a palavra de ordem em todo o mundo e nem a cozinha escapa. O espaço conhecido como o coração pulsante da casa também aderiu à onda sustentável. Para sugar ao máximo os nutrientes dos alimentos sem prejudicar o meio ambiente, há hoje mais reflexão sobre o trabalho e recursos envolvidos na cadeia alimentar, que começa desde os fornecedores até o modo de preparo dos pratos. Tudo com um único foco: evitar o desperdício que, muitas vezes, ocorre por impulso na hora das compras ou não resistindo a ofertas “tentadoras” que, além de aumentar os gastos, acabam no lixo. Pensando nisso, e também em como montar cardápios saudáveis para todas as épocas do ano, as autoras Zenir Dalla Costa e Cláudia Morae lançaram o livro Cozinhando com Economia – Cardápios, Receitas e Listas para as Quatro Estações do Ano (editora Senac). “As questões ambientais vêm sendo bastante discutidas e pensadas nos últimos anos no âmbito da alimentação. A geração de resíduos, o desperdício dos alimentos, a utilização de agrotóxicos nas lavouras são assuntos que devem ser lembrados quando pensamos na elaboração de um cardápio. É muito importante um planejamento eficaz no momento das compras, com o objetivo de comprar e consumir apenas o necessário, isso vai gerar uma economia financeira e economia de recursos naturais”, diz Zenir Dalla Costa, que também é coordenadora do curso de Tecnologia em Gastronomia do Centro Universitário Senac - Santo Amaro, e esteve recentemente no Senac Campinas ministrando uma oficina sobre o assunto. No livro, as receitas foram dimensionadas para que não haja sobras, no entanto, imprevistos acontecem. Em caso de restar alguma coisa, dá para guardar para as refeições seguintes. Nos cardápios, o leitor verá formas diferentes de aproveitar as sobras de produções anteriores, como o bolo do café da manhã que se transforma, com alguma complementação, na sobremesa do jantar no dia seguinte.

Impulsividade controlada
A forma mais prática de economizar no preparo dos pratos e evitar o desperdício é não pisar no supermercado com a barriga vazia. “Quando estamos com fome compramos sempre mais alimentos do que realmente vamos consumir. Devemos também resistir às ofertas. Quando se joga fora um produto, com ele estão indo embora os custos com a mão de obra do agricultor, o uso da terra, o consumo de energia e da água, os custos com a manutenção dos equipamentos, o transporte, a indústria de processamento, a indústria de embalagens, entre outros”, comenta Zenir. Reverter o quadro de desperdício depois da ida dos ingredientes para a casa do consumidor só será possível se cada um de nós sentir-se responsável por esta mudança e realmente se dispuser a alterar hábitos, dando-se ao trabalho de planejar o cardápio, as compras e a produção dos alimentos em sua própria casa, de forma mais responsável e não mais prática. “Sugerimos que as compras sejam feitas em feiras livres ou mercados municipais, pois uma boa compra na feira pode nos render um cardápio saboroso e diversificado e, se as compras forem feitas com um pouco de pechincha, a economia é certa”.

Dicas para evitar o desperdício
- Realize suas compras de frutas, verduras e legumes em mercados municipais ou feiras livres, onde os hortifrutis são mais variados, frescos e você consegue os melhores preços.
- Aprenda a escolher seus ingredientes, nunca aperte ou quebre as pontas e os talos dos vegetais. O aroma, a aparência e o peso são indicadores de bons ingredientes.
- Crie o hábito de ter sempre ervas frescas à sua disposição. O ideal é cultivar um jardim de ervas aromáticas, mas se não houver essa possibilidade, armazene suas ervas sob refrigeração. As ervas agregam sabores às preparações e contribuem para a redução de uso do sal.
- Sempre que possível, adquira alimentos orgânicos e de base agroecológica, dê preferência diretamente dos produtores.
- Armazene separadamente as frutas, os legumes, as hortaliças e as ervas. Cada um tem seu tempo de amadurecimento.
- Evite comprar mais do que consegue consumir, realize suas compras com uma lista dos produtos que estão faltando e respeite a listagem.
- Não ceda às ofertas tentadoras de produtos perecíveis dos mercados, supermercados e hipermercados.
- Conheça os hábitos alimentares das pessoas do seu convívio e cozinhe apenas o necessário, reduzindo o número de preparações que serão levadas à mesa.

Receitas sem sobras
Uma das autoras do livro e coordenadora do curso de Tecnologia em Gastronomia do Centro Universitário Senac - Santo Amaro, Zenir Dalla Costa, esteve recentemente no Senac Campinas ministrando uma oficina com base no livro Cozinhando com Economia e ensina as receitas que deu nas oficinas para economizar no preparo dos pratos. Se inspire!

Macarrão com molho de calabresa enriquecido com biomassa
Ingredientes
- 500 gramas de macarrão integral
- 8 tomates grandes e maduros
- 3 dentes de alho
- 1 cebola pequena
- 350 gramas de calabresa moída
- 70 gramas de biomassa (utilize a biomassa congelada ou veja preparo na página 233 do livro)
- 20 ml de azeite de oliva
- Sal a gosto
- Pimenta biquinho fresca a gosto
- Salsinha e cebolinha a gosto
- Tomilho fresco a gosto
Modo de preparo
Bata os tomates inteiros e a biomassa no liquidificador, passe pela peneira e reserve. Doure no azeite o alho, a cebola e acrescente o suco do tomate. Coloque um buquê de ervas frescas (tomilho, talos de salsinha e cebolinha verde). Deixe o molho fervendo em fogo baixo até espessar bem. Coloque o sal e a pimenta-do-reino, retire as ervas e reserve. Em uma frigideira, frite a calabresa moída no azeite, acrescente a pimenta biquinho, a massa e finalize com o molho. 
Chá gelado de casca de abacaxi e morango
Ingredientes
- Cascas de 1 abacaxi
- 2 fatias de gengibre
- 1 bandeja de morangos congelados
- 1,2 litro de água
Modo de preparo
Ferva a casca do abacaxi com o gengibre. Deixe esfriar e depois leve para gelar. Bata com os morangos e, se preferir, adoce a gosto. Sirva a seguir.

Bolo de laranja
Ingredientes
- 1 laranja com casca
- 3 ovos
- 70 ml de óleo
- 100 ml de leite ou suco de laranja
- 200 gramas de açúcar
- 230 gramas de farinha de trigo
- 10 gramas de fermento químico

Modo de preparo
Lave bem a laranja. Corte-a em quatro e retire as sementes e a parte branca central. Corte em mais pedaços e coloque no liquidificador com os demais ingredientes. Bata bem e coloque em forma untada com manteiga e farinha de trigo. Asse em forno à temperatura de 150 ºC, até que fique dourado e seu cheiro se espalhe pela casa.

Escrito por:

Daniela Nucci