Publicado 13/05/2019 - 14h29 - Atualizado 13/05/2019 - 14h42

Por Daniela Nucci

As técnicas modernas recém-chegadas da Europa renovam a esperança das mais vaidosas de exibir unhas duráveis e com aparência de muito bem-cuidadas

Shutterstock

As técnicas modernas recém-chegadas da Europa renovam a esperança das mais vaidosas de exibir unhas duráveis e com aparência de muito bem-cuidadas

Com a correria do dia a dia é um desafio conseguir manter as unhas longas e com brilho para garantir a beleza e a aparência das mãos sempre em ordem. As atividades corriqueiras de qualquer mulher expõem as unhas àquela lascadinha que todas tentam evitar, mas nem sempre conseguem. Porém, técnicas modernas renovam a esperança de ter e manter as unhas dos sonhos. Aquelas postiças lançadas há algum tempo estão sendo substituídas por outros materiais que possibilitam alongamentos que garantem um aspecto mais natural graças a um trabalho minucioso e bem mais próximo da realidade. Um dos sucessos no momento é o que utiliza fibras de vidro. “É a mais procurada porque demora mais para fazer a manutenção e o resultado fica incrível. Dá aquela sensação de poder para a mulher. Todas se sentem outra pessoa, eleva a autoestima”, diz a manicure Rosana Missio. O procedimento é feito com fiozinhos de fibra de vidro transparentes que são separados em tufinhos e moldados em cima da unha natural. Depois são colados com três camadas de gel específico para a técnica. “Em seguida, as unhas são expostas à luz ultravioleta numa pequena cabine para melhor fixação do gel com o vidro”, explica Rosana. Em seguida, vão endurecendo de modo a alongar as pontas das unhas de maneira bem natural. Sem contra-indicação, elas são mais resistentes , não lascam, tem mais brilho e podem ser usadas até sem esmalte. Os formatos são diversos, mas a preferida continua sendo a quadrada, segundo a profissional. Os tamanhos podem ser grandes, médios ou pequenos, tudo vai depender do estilo pessoal. “Essa tendência veio da Europa, mas as brasileiras ainda não têm muita noção do que são os alongamentos dessas unhas. Ela tem que ter cuidado para manter até a manutenção”, alerta a profissional. “Tem gente que arranca a unha em casa e isso vai prejudicar o crescimento, assim como pode causar fungos”, alerta Rosana. A unha de porcelana foi a primeira a chegar ao mercado, mas devido ao seu cheiro forte, foi substituída pelas de fibras de vidro, gel e acrigel. “A técnica é a mesma, só muda o material”. Independentemente do alongamento escolhido, é recomendado procurar um profissional capacitado, pois é imprescindível ter alguns materiais específicos, como gel construtor e cabine de luz. “A manicure tem que ter experiência porque isso afeta na durabilidade das unhas. Fora os cuidados com a higiene porque ela pode descolar a unha colocada e fissurar a cutícula, sendo o caminho para ter fungos”, comenta a manicure. Confira as técnicas e sua manutenção abaixo.
Alongamentos
Com fibras de vidro
Essa técnica não utiliza tips (material postiço colocado apenas nas pontas da unha natural) ou moldes postiços, já que o alongamento se faz com as fibras de vidro. “Abro as fibras e vou trabalhando na ponta da unha natural. Depois corto e vou moldando com três camadas de gel. Aperto bem e depois coloco na cabine com luz led”, diz Rosana. A técnica demora de duas a três horas e a duração é de 20 dias. Antes da aplicação, a manicure faz a higienização e limpeza das unhas. Depois aplica uma camada de gel em toda a extensão da unha, mas sem relar nas cutículas. Em seguida, as fibras são coladas em tufinhos e separadas com uma espátula ao redor da unha. Após uma primeira secagem em uma cabine de luz ultravioleta, as fibras de vidro são cortadas no tamanho desejado pelas clientes. O próximo passo é usar novamente o gel, agora sobre a fibra, para um acabamento uniforme e, em seguida, é feita a terceira secagem. A manutenção é necessária a cada vinte dias e dura cerca de duas horas. “As unhas de fibra duram de acordo com os cuidados e a manutenção que se faz”, diz Rosana.
Famosas como Camila Rodrigues e Stella Villela já aderiram à tendência
Com gel
É de fácil aplicação, não descola e não tem cheiro. A técnica começa com extensores de unha fixados com o uso de gel, posteriormente secados em uma cabine com luz ultravioleta. O procedimento leva em torno de uma hora. O alongamento é permanente e só pode ser removido por profissionais com o uso de produtos especiais, pois se for retirado de forma incorreta, pode trazer danos à unha natural, como manchas, quebra ou descamação. “A manutenção é a cada 15 dias”, diz Rosana.
Com acrigel
Nesse procedimento, a unha é moldada com o gel e usa-se tips. É colocada uma camada de pó acrílico, aumentando a resistência e durabilidade das unhas, enquanto o gel confere um aspecto natural. Como na técnica em gel, a secagem ocorre em cabine de luz ultravioleta, com manutenção a cada quinze dias.
Adeus às unhas fracas e quebradiças
Para quem não quer fazer alongamento, mas deseja ter unhas longas e bonitas, Rosana indica a película de diamante. Segundo a manicure, é uma técnica de blindagem que faz a cobertura total das unhas com materiais específicos. A película favorece o crescimento natural das unhas já que evita que lasquem ou se quebrem. Além disso, o esmalte dura mais, em torno de 20 dias, assim como a cutícula. “São ótimas para aquelas unhas que não crescem ou lascam e não tem manutenção”, comenta a especialista.
Tons para o Inverno
Segundo Rosana, os esmaltes com tons terrosos e os nudes estão em alta na temporada, porém a francesinha ainda é queridinha das clientes e nunca sai de moda.

Escrito por:

Daniela Nucci