Publicado 14/05/2019 - 17h03 - Atualizado 14/05/2019 - 17h03

Por Estadão Conteúdo

Sampaoli se destacando no comando do Santos

Ivan Storti/Santos FC

Sampaoli se destacando no comando do Santos

O Santos encerrou na manhã desta terça-feira a preparação para o jogo contra o Atlético-MG, nesta quarta, no estádio Independência, em Belo Horizonte, pela rodada de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Os jogadores participaram de um treino tático no CT Rei Pelé, em Santos, mas não sabem quem começará jogando em Minas Gerais. De acordo com o meia venezuelano Soteldo, o técnico argentino Jorge Sampaoli não informou nem ao elenco quem será titular.
"Acredito que depende de como o time (Atlético-MG) vai jogar. Se jogarem para cima, vamos para cima, sempre atacando, como o Sampaoli pede. Jogo a jogo estamos implementando isso", disse Soteldo em entrevista coletiva nesta terça-feira. "Sempre pensamos em ganhar. Sabemos que é um jogo importante, mas independentemente do resultado, temos a volta. Temos que estar tranquilos", completou.
Para o jogo em Belo Horizonte, o que se sabe é que Sampaoli não poderá contar com o lateral-esquerdo Felipe Jonatan, que já disputou a atual edição da Copa do Brasil pelo Ceará e não pode entrar em campo por outra equipe. E o goleiro Everson, de acordo com o rodízio estipulado pelo técnico, começará jogando no lugar de Vanderlei.
Assim, um provável Santos para enfrentar o Atlético-MG é: Everson; Lucas Veríssimo (Jean Lucas), Felipe Aguilar e Gustavo Henrique; Victor Ferraz, Diego Pituca, Carlos Sánchez e Jorge; Rodrygo, Eduardo Sasha (Jean Mota) e Soteldo.
O confronto pela rodada de volta contra o Atlético-MG será apenas no dia 6 de junho, no estádio do Pacaembu, em São Paulo. Até lá, o Santos terá três partidas pelo Campeonato Brasileiro, no qual é um dos três líderes junto com os rivais Palmeiras e São Paulo, com 10 pontos cada após quatro rodadas. O time alviverde é o próximo adversário, neste sábado, no estádio Allianz Parque, na capital paulista.
Soteldo evitou colocar o Santos entre os favoritos ao título do Brasileirão e afirmou que a competição é imprevisível. "Favorito? Não sei, mas sei que estamos preparados para jogar com qualquer time do Brasileirão. São times difíceis. Tem jogos que vamos ganhar de 3 a 0, mas tem jogos que serão mais puxados, que não faremos gols. É um campeonato difícil que qualquer um pode ganhar", comentou.

Escrito por:

Estadão Conteúdo