Publicado 11/05/2019 - 13h47 - Atualizado 11/05/2019 - 13h48

Por Carlos Rodrigues

O auxiliar Evandro Guimarães (à dir.) vai dirigir o time do banco

Letícia Martins/Guarani FC

O auxiliar Evandro Guimarães (à dir.) vai dirigir o time do banco

Primeiro treinador do futebol brasileiro a receber cartão vermelho por conta das novas regras da Fifa, Vinícius Eutrópio não poderá ficar à beira do campo na partida do Guarani contra o Vitória, na segunda-feira, pela terceira rodada da Série B do Brasileiro. Mas o técnico espera que todo o trabalho feito durante mais de uma semana seja colocado em prática pelo time. A expectativa do comandante bugrino é grande de que o tempo para treinar possibilite um desempenho melhor por parte da equipe, que buscará a primeira vitória no campeonato.
Devido a suspensão, Eutrópio terá que acompanhar a partida de um dos camarotes do Brinco de Ouro e seu auxiliar Evandro Guimarães terá a responsabilidade de dirigir o time do banco de reservas. "A experiência é ruim porque o treinador quer participar, dar orientação, inflamar os jogadores. E eu sou muito próximo aos meus atletas, então vou sentir. Mas também é uma forma de eles assumirem um pouco mais as questões em campo", explica. "E temos um auxiliar experiente, campeão como jogador e com vivência como treinador. Em relação a isso, estamos tranquilos."
Depois de dois resultados ruins e apenas alguns momentos de rendimento satisfatório — no primeiro tempo da estreia contra o Figueirense —, o treinador acredita que o Bugre tenha condições de apresentar mais regularidade dentro de campo. Ele também acredita que com o Guarani saindo à frente no marcador — algo que aconteceu apenas duas vezes nas últimas oito partidas —, a tarefa de conquistar a reabilitação fica menos complicada.
"Vai ser um Guarani muito próximo do que a grande maioria quer, um time marcando forte, saindo rápido e buscando sempre o gol. Precisa ter a tranquilidade de transformar tudo isso em gol. Um gol determina toda a história da partida e, em jogos equilibrados como são na Série B, é importante na primeira ou na segunda oportunidade conseguir sair na frente", destaca.
Com mais dois treinamentos antes da partida, Eutrópio não confirmou a formação titular, mas já garantiu que Lenon volta para a lateral-direita. A dúvida é na composição dos homens de frente, com duas vagas disputadas por três atletas. Mateusinho, Deivid Souza e Éder Luís são os candidatos para formarem o quarteto ofensivo ao lado de Arthur Rezende e Diego Cardoso. "Temos o Éder mais entrosado, o Deivid Souza muito bem nos treinamentos e o Mateusinho com histórico de jogo muito bom contra o Mirassol e no primeiro tempo com o Figueirense", despista o treinador.

Escrito por:

Carlos Rodrigues