Publicado 08/05/2019 - 15h32 - Atualizado 08/05/2019 - 15h32

Por Estadão Conteúdo

Yuri chega ao Fluminense bem avaliado pelo técnico Fernando Diniz

Lucas Merçon/Fluminense

Yuri chega ao Fluminense bem avaliado pelo técnico Fernando Diniz

A quarta-feira foi agitada no Fluminense. O clube carioca anunciou a contratação do volante Yuri, que estava no Santos, apresentou oficialmente o meia-atacante Guilherme (ex-Corinthians e Athletico-PR), que atuava pelo Bahia, e teve a volta do meia Paulo Henrique Ganso aos treinamentos depois de mais de 15 dias de tratamento de uma lesão muscular na coxa esquerda.
Com 24 anos, Yuri chega ao Fluminense por empréstimo até o final desta temporada. Bem avaliado pelo técnico Fernando Diniz, com quem trabalhou em 2016 no Audax e foi vice-campeão do Campeonato Paulista, o atleta era um desejo do clube desde o início do ano. No entanto, o Santos, a pedido do técnico argentino Jorge Sampaoli, travou a negociação na época.
"Sensação é a melhor possível, estou muito feliz. Sempre deixei muito claro essa vontade que eu tinha de voltar a trabalhar com o Diniz, que é uma pessoa que já me ajudou bastante. Agora sou eu quem quero ajudar meus companheiros e o Fluminense. Estou pronto para trabalhar muito e honrar essa camisa gigante", disse o volante.
Quem já entrou em campo pelo Fluminense foi Guilherme. Titular na histórica vitória por 5 a 4 sobre o Grêmio, no último domingo, em Porto Alegre, o meia-atacante jogou antes mesmo de ser apresentado. Nesta quarta-feira, ele recebeu a camisa 28 do clube das mãos de Paulo Angioni, diretor de futebol, e é um dos concorrentes de Ganso na posição.
"Não me vejo como adversário do Ganso e sim aliado. Pelo que venho apresentando, posso jogar junto com ele. Deu para ver isso nesse primeiro jogo, fiz troca de posições com Yony (González) e Luciano. No futebol moderno, você consegue exercer várias funções", comentou.
Velho conhecido de Fernando Diniz, com quem trabalhou no Athletico-PR, o meia também respondeu sobre a personalidade do treinador. "O Diniz é isso aí. Quando entra nessa atmosfera que envolve o futebol, ele se transforma. Quando conversa normalmente, é um ser humano normal. Quando entra no campo, se transforma. Ele cobra, elogia, grita... A gente conseguiu assimilar o que ele falou", revelou.
DE VOLTA - Ganso fez nesta quarta-feira o primeiro treino com o elenco desde a lesão muscular na coxa esquerda sofrida contra o Santa Cruz, no dia 17 de abril, no Rio de Janeiro, pela Copa do Brasil. O meia está liberado pelo departamento médico e pode reforçar o Fluminense no clássico deste domingo contra o Botafogo, no estádio do Maracanã, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.
Por outro lado, o lateral-esquerdo Mascarenhas ainda está sob os cuidados do departamento médico. O defensor se recupera de tendinite no joelho esquerdo e está no período de transição.
Outros dois jogadores também estão fora do clássico. O clube comunicou que os volantes Bruno Silva e Airton estão lesionados e desfalcarão a equipe. O caso mais sério é o do primeiro, que terá de passar por astroscopia no joelho esquerdo. O segundo sofreu uma lesão muscular no adutor da coxa direita e já iniciou tratamento.

Escrito por:

Estadão Conteúdo