Publicado 07/05/2019 - 16h46 - Atualizado // - h

Por Estadão Conteúdo

O sérvio precisou de apenas 1h05min para vencer o norte-americano Taylor Fritz por 2 sets a 0

Reprodução /Twitter/ATP

O sérvio precisou de apenas 1h05min para vencer o norte-americano Taylor Fritz por 2 sets a 0

Atual líder disparado do ranking mundial do tênis masculino, Novak Djokovic não teve problemas para confirmar favoritismo em sua estreia no Masters 1000 de Madri. O sérvio precisou de apenas 1h05min para vencer o norte-americano Taylor Fritz por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/2, nesta terça-feira, e avançou às oitavas de final da importante competição realizada em quadras de saibro na capital espanhola.

No mês passado, no único duelo anterior que travou com o atual 57º colocado da ATP no circuito profissional, Djokovic já havia arrasado Fritz por 6/3 e 6/0 nas oitavas de final do Masters de Montecarlo, no qual em seguida acabou sendo surpreendido pelo russo Daniil Medvedev na partida que valeu uma vaga nas semifinais.

Esse jogo, válido pela segunda rodada em Madri, foi o primeiro do tenista de Belgrado desde aquela eliminação no torneio monegasco, também disputado em quadras de saibro. E agora ele avançou para encarar na próxima fase em Madri o ganhador de uma partida que terá um dos seus jogadores a ser definido ainda nesta terça.

Um possível rival de Djokovic nas oitavas de final é o argentino Diego Schwartzman, que em outro duelo do dia derrotou o italiano Marco Cecchinato por 2 sets a 1, com parciais de 6/0, 4/6 e 6/1. O jogador sul-americano assim avançou à segunda rodada e terá como próximo adversário o vencedor do duelo entre o francês Jeremy Chardy e o espanhol Albert Ramos-Viñolas. E quem ganhar este embate envolvendo Schwartzman terá pela frente o número 1 do mundo nas oitavas.

Para liquidar Fritz de forma rápida nesta terça-feira, Djokovic confirmou todos os seus saques no confronto e aproveitou as três oportunidades que teve de quebrar o serviço do norte-americano. Com sete aces, o sérvio ganhou 85% dos pontos que disputou com o seu primeiro saque e 75% com o segundo.

OUTROS JOGOS - Em outra partida já encerrada nesta terça no Masters de Madri, o ex-top 10 suíço Stan Wawrinka estreou com vitória ao bater o francês Pierre Hugues Herbert por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/3. Ex-número 3 do mundo e atual 34º colocado do ranking, o campeão de Roland Garros de 2015 avançou para encarar na segunda rodada o argentino Guido Pella, que em outro duelo do dia desbancou o favoritismo de Daniil Medvedev, 12º cabeça de chave, com uma vitória por 2 sets a 1, com 6/2, 1/6 e 6/3.

Em outro duelo já realizado nesta terça na capital espanhola, o húngaro Marton Fucsovics, 36º colocado da ATP, também foi à segunda rodada ao bater o belga David Goffin por 6/4 e 7/5. Assim, ele se credenciou para ser o segundo adversário do francês Gael Monfils, 15º pré-classificado, que estreou com vitória sobre o italiano Andreas Seppi na última segunda-feira.

Também foi à segunda rodada nesta terça-feira o polonês Hubert Hurkacz. Depois de furar o qualifying para entrar na chave principal, ele passou pelo australiano Alex de Minaur por 6/3 e 6/4 em sua estreia. O seu próximo rival será o ganhador da partida entre o croata Borna Coric e o francês Lucas Pouille, também prevista para ocorrer neste dia de confrontos na Espanha.



Escrito por:

Estadão Conteúdo