Publicado 04/05/2019 - 10h10 - Atualizado 04/05/2019 - 10h12

Por Carlos Rodrigues/AAN

Time, que só volta a jogar pela Série B no dia 13, enfrenta a Itapirense hoje

Divulgação

Time, que só volta a jogar pela Série B no dia 13, enfrenta a Itapirense hoje

O Guarani tem mais de uma semana de preparação até o jogo contra o Vitória, dia 13, no Brinco de Ouro, pela terceira rodada da Série B do Brasileiro. E se ainda parece cedo para imaginar as possíveis mudanças na equipe titular, o técnico Vinícius Eutrópio já estuda e analisa opções para deixar o time mais competitivo em busca do primeiro resultado positivo no torneio. Hoje, a equipe disputa um jogo-treino contra a Itapirense, em Campinas, e o comandante bugrino vai aproveitar a atividade para observar possíveis alternativas.
Na quarta-feira, logo após a derrota por 2 a 0 para o Oeste, na Arena Barueri, Eutrópio adiantou a intenção de realizar modificações na formação titular e alguns jogadores correm risco de perder espaço. Uma das preocupações é na lateral-direita. Léo Príncipe foi o titular durante o Paulista, não convenceu e quem atuou na posição nas primeiras duas rodadas da Série B foi Bruno Lima, que chegou para ser zagueiro. Como ele também não rendeu o esperado, Lenon pode ser a solução. Recuperado de um problema muscular, o jogador disputou apenas duas partidas no ano e sua condição física será avaliada durante os treinamentos.
O ataque também receberá atenção especial da comissão técnica. Artilheiro bugrino na temporada com sete gols, Diego Cardoso passou em branco contra Figueirense e Oeste. Em Barueri, a propósito, teve a chance do empate em cobrança de pênalti, mas desperdiçou ao bater pra fora. Substituído minutos depois, o atacante deixou o gramado muito abatido. Quem entrou em seu lugar foi Anselmo Ramon e a experiência do centroavante pode ser uma arma para o jogo contra o Vitória. Utilizado no segundo tempo das duas partidas, ele teve chances de gol, mas não conseguiu superar os goleiros.
Em busca de dar outra cara ao time, Eutrópio também pretende acompanhar atentamente os rendimentos de Éder Luis e Deivid nos treinamentos. Éder foi elogiado pelo segundo tempo que fez em Barueri, mas depende da condição física e de quanto tempo pode permanecer em campo. Já Deivid, recém-chegado ao clube após disputar o Estadual pelo Red Bull, é opção de velocidade.

Escrito por:

Carlos Rodrigues/AAN