Publicado 01/05/2019 - 15h51 - Atualizado 01/05/2019 - 15h52

Por Estadão Conteúdo

Van de Beek marcou o gol da vitória do Ajax

Adrian Dennis / AFP

Van de Beek marcou o gol da vitória do Ajax

O Ajax de Amsterdã deu um passo importante rumo à final da Liga dos Campeões ao vencer o Tottenham nesta terça-feira por 1 a 0 com um gol do jovem volante holandês Donny Van de Beek (15), pelo jogo de ida da semifinal disputada em Londres.
Com o resultado, o time holandês, que não chega à final da maior competição europeia desde 1995, vai disputar o duelo de volta no dia 8 de maio na Amsterdam Arena com uma boa vantagem. A outra semifinal será disputada na quarta-feira entre Barcelona e Liverpool e a grande final está prevista para o dia 1° de junho no Wanda Metropolitano de Madri.
O gol da vitória saiu aos 15 minutos de jogo, quando o marroquino Hakim Ziyech deu um passe milimétrico para Van de Beek que chutou com calma para abrir o placar.
O jogo também foi marcado por uma cena forte, quando o belga Jan Vertonghen, do Tottenham, sangrou em campo após se chocar com o goleiro camaronês André Onana. Desorientado, teve que ser substituído pelo meia francê Sissoko minutos depois.
O time de Pochettino manteve a pressão com mais ímpeto do que ordem, mas o Ajax soube frear suas investidas, e teve até a melhor chance em um chute na trave do brasileiro David Neres.
A partida acabou com uma terceira vitória consecutiva do time holandês na Champions após ganhar em Turim da Juventus e do Real Madrid em Madri.
- Ajax domina no primeiro tempo –
A partida começou com o Tottenham pressionando a saída de bola do Ajax.
Mas logo o panorama foi mudando e o time holandês conseguiu manter a bola por mais tempo no ataque do que os ingleses.
Aos 4 minutos, após um escanteio, Van de Beek tentou mas a bola foi muito longe.
As equipes continuaram cautelosas até que, aos 14 minutos, Hakim Zyiech faz um belo lançamento para David Neres pela esquerda que avançou em velocidade e devolveu para o marroquino na entrada da área. Zyiech deu um passe milimétrico para Van de Beek que ficou cara a cara com Hugo Lloris e tocou no canto direito, abrindo o placar.
Mesmo após marcar o gol, o Ajax não perdeu o ímpeto ofensivo. Além disso, a equipe holandesa trocava muito mais passes do que a inglesa.
Aos 24 minutos, após uma triangulação, Van de Beek recebeu um passe de Tadic e chutou para a defesa de Lloris.
A resposta do Tottenham foi rápida. Kieran Trippier cobrou uma falta na área e o atacante espanhol Llorente desviou de cabeça mas a bola foi à esquerda de Onana.
A entrada do meia francês Moussa Sissoko no lugar do zagueiro Jan Vertonghen mudou o esquema do Tottenham, que passou a criar mais chances de gol. Logo em seguida, o brasileiro Lucas Moura cruzou na área do Ajax buscando Dele Ali, mas o goleiro Onana interceptou.
Já nos acréscimos do primeiro tempo (45+3) em uma bola alçada na área, Alderweireld cabeceou com perigo para o time holandês mas a bola subiu muito.
Um minuto depois foi a vez de Sissoko chutar de longe, mandando pela linha de fundo.
- Tottenham equilibra mas não empata –
Já no primeiro minuto do segundo tempo, Llorente fez uma bela jogada mas o espanhol foi travado e não conseguiu concluir.
Logo depois, o argentino Nicolás Tagliafico arriscou de longe mandando a bola pela linha de fundo.
Aos 10 minutos da segunda etapa, Dele Ali tentou de cabeça após cruzamento de Trippier mas a bola foi por cima do gol.
Depois foi a vez de Sissoko virar o jogo para Danny Rose mas Onana conseguiu sair do gol a tempo.
Aos 32, a torcida inglesa levou um grande susto. Após uma triangulação entre Mazraoui, Tadic e David Neres, o brasileiro chutou cruzado da esquerda e a bola bateu na trave do Tottenham.
Cinco minutos depois, Erikssen cobrou uma falta na área do Ajax e Alderweireld desviou de cabeça mas a bola subiu muito.
O Tottenham ainda tentou nos últimos instantes. Dele Alli tocou de cabeça para Lucas Moura que arriscou um chute de primeira, mas pegou mal na bola.
Com a derrota, resta ao time inglês vencer na Amsterdam Arena para conquistar a primeira vaga de sua história em uma final de Champions.
Já no lado do Ajax, não faltaram motivos para o otimismo. "Foi uma noite incrível. O Ajax foi muito forte desde o inicio. Nos primeiros minutos dominamos por completo e marcamos um belo gol", explicou o técnico holandês Erik ten Hag.
O sonho de um novo título 24 anos depois do conquistado pela também jovem equipe comandada por Louis Van Gaal em 1995 ficou um pouco mais perto.

Escrito por:

Estadão Conteúdo