Publicado 03/05/2019 - 11h00 - Atualizado 03/05/2019 - 17h20

Por Delma Medeiros

'Zabobrim, o Rei Vagabundo' se inspira na dramaturgia cômica do circo teatro

Paula Poltronix/Divulgação

'Zabobrim, o Rei Vagabundo' se inspira na dramaturgia cômica do circo teatro

O grupo Barracão Teatro, que completou 21 anos de atividade ininterrupta, faz uma dobradinha com dois espetáculos de seu repertório neste fim de semana no Teatro Municipal José de Castro Mendes. Neste sábado (4), será apresentada a peça Zabobrim, o Rei Vagabundo; e, no domingo (5), Amor Te Espero.
Em Zabobrim, o Rei Vagabundo, a diretora Tiche Vianna junta as máscaras da commedia dell’arte e do palhaço em uma dramaturgia cômica de circo teatro. Nela, Zabobrim é o palhaço vagabundo que, remexendo o lixo, encontra uma lâmpada mágica da qual sai uma gênia que lhe concede três pedidos. Palhaço atrapalhado que é, depois de perder os dois primeiros, pede para se tornar Rei. Seu desejo é realizado e Zabobrim retorna ao passado, quando o fim da monarquia se anuncia e os reis estão perdendo suas cabeças, o que garante muitas peripécias e trapalhadas do palhaço para se manter inteiro.
Além da direção, Tiche Vianna também assina a dramaturgia com Esio Magalhães, protagonista da trama, como o palhaço Zabobrim. O elenco conta ainda com Cadu Ramos, Cintia Birocchi, Fernando Fubá, Raíssa Guimarães, Ulisses Junior e a atriz convidada Kara Ariza. A trilha sonora é do pianista e compositor Marcelo Onofri, também responsável pela direção musical do espetáculo. As músicas são executadas ao vivo por Eduardo Guimarães.
O processo de criação do espetáculo foi pautado por estudos, encontros com especialistas, discussões e experimentos cênicos com textos tradicionais de Circo Teatro do repertório do Circo Tubinho, dirigido por Pereira França Neto, o palhaço Tubinho, que prestou assessoria ao grupo no trabalho.
No domingo ocupa o palco a montagem Amor te Espero, também dirigida por Tiche Vianna, com Cintia Birocchi, Kuarahy Fellipe e Esio Magalhães no elenco, figurinos de Antônio Apolinário e trilha sonora de Marcelo Onofri.
Após a venda fracassada de um elixir milagroso, dois charlatões - Mirbobaz e Zabobrim - seguem viagem, mas param no meio da estrada porque o caminhão em que viajavam quebra perto de um estranho farol. Quando menos esperam, são abordados por uma mulher misteriosa que os convida para uma festa no alto do tal farol. Depois de muitas idas e vindas, ambos descobrem que a mulher misteriosa é muito mais do que eles poderiam imaginar e têm que tentar se livrar da enrascada em que se meteram.
OFICINA DE GRAMELÔ
O Barracão está com inscrições abertas para a oficina Gramelô & Embromation - variações entre sons e línguas, com o palhaço Clerouak. A partir das variações e riquezas fonéticas, Clerouak articula línguas exclusivamente sonoras, mimetizando línguas estrangeiras e utilizando técnica própria do universo palhacesco, o gramelô ou embromation. A técnica é usada para estimular a criação de variados ambientes sonoros, a partir dos diversos sotaques musicais, de canto e ritmo. Inscrições pelo site: http://www.barracaoteatro.com.br.
AGENDE-SE
O quê: 'Zabobrim, o Rei Vagabundo'
Quando: neste sábado (4), às 20h
 
O quê: 'Amor Te Espero'
Quando: neste domingo (5), às 19h
 
Onde: Teatro Municipal José de Castro Mendes (Praã Corrêa de Lemos, s/nº, Vila Industrial, Campinas, fone: 3272-9359)
Quanto: R$ 20,00

Escrito por:

Delma Medeiros