Publicado 11/05/2019 - 11h10 - Atualizado 11/05/2019 - 11h10

Por Henrique Hein

Encontro em Campinas contará com mais de 70 expositores e um público de quase 15 mil pessoas

iStock/Banco de imagens

Encontro em Campinas contará com mais de 70 expositores e um público de quase 15 mil pessoas

Faltam menos de 50 dias para o início do evento mais importante de sustentabilidade do País. Reconhecido pelo Ministério do Meio Ambiente como o fórum de maior relevância nacional do setor, o 2º Fórum Brasil de Gestão Ambiental (FBGA) acontece nos dias 26, 27 e 28 de junho, no Expo Dom Pedro, em Campinas. O encontro contará com mais de 70 expositores e um público de quase 15 mil pessoas.
Discussões sobre os desafios políticos, técnicos e financeiros para as ações de conservação da biodiversidade promovidas por municípios brasileiros integram parte da programação do evento, que vai discutir como essas ações – que proporcionam oportunidades econômicas e oferecem benefícios à sociedade – podem proporcionar mais qualidade na vida dos brasileiros, em áreas estratégicas como: abastecimento de água, conexão com a natureza, bem-estar e a melhoria da saúde física e mental das pessoas, a restauração ambiental e revitalização dos espaços urbanos e o enfrentamento às mudanças climáticas.
Em todo o Brasil existem inúmeras iniciativas sendo estudadas e preparadas pelo poder público, setor privado e sociedade que incentivam os municípios a conservar a biodiversidade por meio da criação e gestão de unidades de conservação municipais.
Um dos exemplos de boa gestão ambiental (que será citado no evento) é a cidade de Florianópolis (SC), que tem mais de 50% da sua área municipal coberta pelo bioma Mata Atlântica.
A extensão do município catarinense, por exemplo, possui 12 unidades de conservação, sendo oito municipais, gerenciadas pela Fundação Municipal do Meio Ambiente (Floram).
Recentemente, o órgão fez um esforço institucional para promover a adaptação das unidades de conservação às normas e aos critérios estabelecidos pela lei que instituiu o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza (SNUC).
De acordo com o presidente da Associação Nacional dos Órgãos Municipais de Meio Ambiente (Anamma) e secretário municipal do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Campinas, Rogério Menezes o FGBA é um importante espaço de articulação para que as pessoas que trabalham com gestão ambiental no Brasil.
“A ideia desse encontro nasceu em 2015, quando começamos a perceber que existiam dezenas de entidades fazendo boas gestões ambientais e produzindo vários trabalhos interessantes. Mas que, em paralelo a isso, não existia nenhum espaço coletivo de diálogo para debater todas essas iniciativas”, disse.
Menezes explica que além de trocar contatos e conhecimentos, os participantes também poderão debater soluções inteligentes para o meio ambiente por meio do acompanhamento de inúmeras palestras, seminários, workshops, rodadas de negócios e exposições tecnológicas, que abordarão temas como: energia renovável, mudanças climáticas, qualidade do ar, biodiversidade, educação ambiental, proteção ambiental, entre outras.
“Não é apenas de um evento onde as pessoas vão assistir palestras. Trata-se de um evento aglutinador, que reúne os principais gestores ambientais do Brasil com o objetivo de discutir e traças metas para o futuro do meio ambiente”, ressaltou Meneses.
O FGBA
A área de exposição do fórum contará com um estande aberto ao público, que mostrará as ações de conservação da biodiversidade realizada pelos municípios para o fortalecimento do meio ambiente. Até o momento, inúmeras autoridades nacionais e internacionais já confirmaram presença: serão mais de 100 prefeitos, 400 secretários de Meio Ambiente, além de dezenas de multinacionais do setor.
Na primeira edição do fórum, realizada em 2017, cerca de 8,5 mil visitantes de todos os estados brasileiros, além de outros dez países, marcaram presença.
Na ocasião, as mais de 60 empresas expositoras declararam negócios da ordem dos R$ 3 milhões. Em todo o Brasil, existem iniciativas do poder público, setor privado e sociedade que incentivam os municípios a conservar a biodiversidade por meio da criação e gestão de unidades de conservação municipais.
As inscrições para o 2º Fórum Brasil de Gestão Ambiental são gratuitas e podem ser feitas pelo site: http://www.fbga.com.br. Interessados em entrar para a Central do Expositor devem ligar para o telefone (19) 4101-7373. O evento tem organização do Grupo RAC e da Stem Cell Participações.

Escrito por:

Henrique Hein