Publicado 09/05/2019 - 09h23 - Atualizado 09/05/2019 - 09h23

Por Daniel de Camargo

Motoristas de aplicativos de transporte protestaram ontem com carreata pelas ruas centrais de Campinas

Leandro Torres/AAN

Motoristas de aplicativos de transporte protestaram ontem com carreata pelas ruas centrais de Campinas

A greve global de 24h dos motoristas por aplicativo, que terminou à 0h de hoje, fez o preço das corridas dobrarem em Campinas para alguns trajetos em determinados horários. Segundo Vandilson Lopes, de 41 anos, que preside a Associação dos Motoristas de Aplicativo de Campinas e Região (Amacre), cerca de 4 mil motoristas, de um total de 12 mil que exercem a função na cidade, desligaram seus aplicativos.
A reportagem confirmou os reflexos durante o período de paralisação. Na manhã de ontem, por exemplo, uma corrida pelo aplicativo Uber do Jardim Garcia até a Vila Industrial, que geralmente custa R$ 13 ao cliente, girava em torno R$ 26.
Lopes explicou que os motoristas reivindicam a reposição inflacionária nas tarifas vigentes, aumento das taxas para os passageiros, redução das porcentagens destinadas às empresas e ações que possam melhorar a segurança dos condutores. "Estamos vivendo um momento muito difícil, visto que os bandidos acham que nós carregamos grandes montantes de dinheiro dentro do carro, o que dificilmente acontece, e um celular caro para trabalhar. Essa ideia atrai a atenção de ladrões e nos põe em risco", disse Lopes. Em Campinas, a categoria precisa trabalhar com uma placa nos carros indicando a prestação de serviço.
A ação realizada pelos motoristas contou ainda com uma passeata e carreata pelas ruas da região central da cidade. A concentração começou por volta das 7h em três pontos: nas proximidades do hipermercado Carrefour na saída para Valinhos, em um posto de gasolina no Parque Industrial e no Portão 5 da Lagoa do Taquaral.
Segundo a Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec), os manifestantes se encontraram e trafegaram na faixa interna da Orosimbo Maia por volta das 10h, causando lentidão por aproximação no trânsito. Porém, não houve necessidade de interdição. Por fim, todos se dirigiram às sedes da Uber e 99, respectivamente. "Protocolamos um requerimento em ambas as empresas solicitando uma reunião", afirmou Lopes.
O presidente da Amacre comentou ainda que foi pedido a todos os motoristas que aderiram à mobilização a doação de 1kg de alimento não perecível — o total arrecado será revertido em prol de alguma instituição beneficente — ou a doação de sangue. A Emdec informou, em nota, que a resolução que regulamenta o serviço por aplicativos no município garante o sigilo dos dados fornecidos pelas empresas prestadoras no que se refere ao número de motoristas cadastrados. A Uber, Cabify e 99 informaram que não disponibilizam números municipais.
Empresas destacam empenho na busca por melhorias
A Uber informou, em nota, que os motoristas parceiros são fundamentais para o funcionamento da companhia e para o seu sucesso. "Milhares de funcionários vêm trabalhar todos os dias na Uber determinados a melhorar a experiência deles em nossa plataforma. Seja em busca de ganhos mais consistentes, seja criando recursos de segurança adicionais ou criando programas de reconhecimento, nós vamos continuar trabalhando com e para os motoristas parceiros", diz trecho da nota. Sobre a dinâmica dos preços, a Uber informou que após ouvir motoristas parceiros realizou mudanças no modelo do Brasil em 2016, o que promoveu melhora inclusive para os passageiros.
A 99 informou, em nota, que a remuneração de seus motoristas parceiros contempla tempo e distância percorrida, além de tarifa mínima. "Os ganhos do condutor são calculados de forma independente do valor pago. A empresa reforça seu compromisso de trabalhar para aumentar a renda dos condutores por meio de um número maior de chamadas e da cobrança de taxas menores em comparação à concorrência", diz a nota.
A Cabify informou, em nota, que está sempre buscando melhorar o atendimento e a experiência dos motoristas parceiros e, por isso, eventualmente realiza ações e ofertas de benefícios, como descontos exclusivos em combustível em parceria com postos de gasolina para ajudar os motoristas a reduzir despesas e aumentar seus ganhos.

Escrito por:

Daniel de Camargo