Publicado 08/05/2019 - 18h43 - Atualizado 08/05/2019 - 18h43

Por Divulgação

A fêmea do lobo-guará é a nova moradora do Parque Ecológico de Americana

Marilia Pierre/Divulgação

A fêmea do lobo-guará é a nova moradora do Parque Ecológico de Americana

Uma fêmea adulta de lobo-guará é a nova moradora do Parque Ecológico de Americana. O animal ainda está em processo de adaptação e, em breve, estará à disposição para visitação do público.
Proveniente do Zoológico de Mogi Mirim, onde vivia sozinha há algum tempo, “Bela”, como é chamada, chegou a Americana no dia 17 de abril. Desde então, está na área de cambiamento do recinto de exposição, onde já se encontra um macho da mesma espécie.
O animal chegou saudável, tem se alimentado regularmente e está sendo avaliado por biólogos, veterinários, tratadores. Em breve será colocada no mesmo espaço físico do macho, onde haverá a possibilidade de formação de um novo casal e, provavelmente, a reprodução da espécie.
O lobo-guará, cujo nome científico é Chrysocyon brachyurus, é o maior canídeo da América do Sul, apresentando hábitos onívoros. Na natureza, se alimenta, inclusive, de uma fruta chamada “fruta do lobo”, comum no cerrado. Apresenta, quando adulto, o peso máximo de 25 quilos. Seu período de gestação varia de 62 a 66 dias, podendo gerar, em média, de três a quatro filhotes. Pode atingir 1,2 m de altura e está na lista da IUCN (International Union for Conservation of Nature) como espécie vulnerável.

Escrito por:

Divulgação