Publicado 02/05/2019 - 09h34 - Atualizado 02/05/2019 - 09h34

Por Da Agência Anhanguera

Paisagem já vai começar a mudar, com impacto na temperatura e na umidade: gestão de riscos na região

Cedoc/RAC

Paisagem já vai começar a mudar, com impacto na temperatura e na umidade: gestão de riscos na região

A Defesa Civil de Campinas iniciou ontem a Operação Estiagem 2019, que prossegue até o dia 3 de setembro. No período, são realizadas ações preventivas, com destaque para as queimadas. Neste ano, o órgão vai novamente monitorar as áreas de incêndios por meio de imagens de satélites do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Com as representações visuais fornecidas pelo instituto, a Defesa Civil buscará identificar terrenos que apresentem algum potencial de risco no Município.
O uso de imagens de satélites foi usado em 2018, mas de forma experimental. Graças à utilização do recurso foram realizadas 243 vistorias no ano passado, durante os quatro meses da estação. O período é marcado pela falta de chuvas, pela baixa umidade relativa do ar e as altas temperaturas que são causas dos focos de incêndios.
Sidnei Furtado, diretor da Defesa Civil, destacou que a tecnologia servirá como um instrumento importante de prevenção contra incêndios. “Diversos profissionais foram treinados neste ano para manusearem a ferramenta da melhor forma possível”, salientou.
A Defesa Civil é a protagonista da operação, mas todo o trabalho envolve uma ação multidisciplinar de secretarias que compõem o Comitê Municipal de Gestão de Risco e Gerenciamento de Desastres. O comitê é constituído por um representante titular e um suplente de órgãos da Administração direta e indireta. Cada um executa sua tarefa para aumentar a resiliência das comunidades a fim de evitar as ocorrências graves durante o respectivo período, seja no Verão ou na estiagem.
Campinas é certificada pela Organização das Nações Unidas (ONU) como cidade modelo de boas práticas na construção de resiliência para a redução de riscos e desastres. No site “Campinas Resiliente”, as pessoas interessadas podem acompanhar os alertas recebidos pela Defesa Civil. O site pode ser acessado no endereço https://www.resiliente.campinas.sp.gov.br/.

Escrito por:

Da Agência Anhanguera